Arquitetura medieval – Estilo gótico e romântico

Conheça os estilos gótico e românico de arquitetura europeia que dominaram as construções em plena Idade Média num rico período da história


A Idade Média foi um período de ascensão para a arquitetura europeia onde tendo seu poder centralizado nas mãos da Igreja Católica, maior e mais influente instituição da época, foi fortemente influenciada pela mesma e por suas doutrinas de teocentrismo onde o homem europeu via em Deus o centro de todo o seu universo.

A arquitetura religiosa cristã então dominou a cena arquitetônica da época com suas imensas construções, vidraças coloridas, grandes torres e templos cada vez mais grandiosos, o que marcou um período importante da história da arte.

A grandiosidade das igrejas servia como lembrete para o homem medieval de que ele era pequeno diante de Deus. No início as igrejas eram construções simples, com pouca elaboração, feitas de madeira que com o passar do tempo foi substituída pela pedra e carvalho. Já no século X as basílicas romanas passaram a servir de base para a construção de novas igrejas que reutilizavam elementos de suas antigas construções deixando-as ainda mais grandiosas e imponentes. É daí que surge o estilo de arquitetura romântico. Dois séculos mais tarde, mais especificamente na região Norte da França outro estilo arquitetônico se deu por conhecido, ele era caracterizado pela construção de estruturas mais leves com o uso de arcos de ogiva. Era conhecido então o estilo gótico.

Conheça um pouco mais sobre estes dois estilos de arquitetura que dominaram a Europa na baixa e alta Idade Média.

Estilo Gótico

Estilo Gótico - Arquitetura medieval

Catedral de Chartres – França | Foto: Reprodução

Este estilo de arquitetura dominou as construções religiosas da Europa entre o final do século XII ao século XV com características comuns às suas obras, igrejas, templos, mosteiros, catedrais e até mesmo castelos. Estas características são:

  • Formato horizontal sendo substituído pelo vertical, o que fazia com que a construção se aproximasse do céu e demonstrava proximidade com Deus.
  • Janelas em grande quantidade.
  • Leveza e harmonia dos traços
  • Torres em formato de pirâmides.
  • Arcos de volta-quebrada e ogivas.
  • Paredes mais finas e de aspecto mais leve.

Estilo Românico

Estilo Romântico - Arquitetura medieval

Igreja Notre-Dame la Grande de Poitiers – França | Foto: Reprodução

O estilo românico dominou a arquitetura europeia na época da Alta Idade Média, entre os séculos XI e XIII.  Como já citado as construções deste estilo faziam uso das antigas construções mais simples para que servissem como base para construções mais imponentes. As características também são comuns às obras deste estilo como:

  • O uso de arcos de volta-perfeita.
  • Interior pouco iluminado.
  • Pilares muito grossos que sustentavam arcos redondos.
  • Teto abobadado.
  • Predominância de linhas horizontais.
  • Tanto os castelos como as Igrejas mostravam-se com um estilo de defesa, paredes grossas e pouca incidência de janelas, construções “pesadas”. Isto ocorria porque as igrejas deveriam servir como proteção contra as forças do mal e os castelos deveriam proteger o povo contra as constantes invasões territoriais que ocorriam na época.

Reportar erro