Classificação dos seres vivos

Por Nayla Georgia

Classificação dos seres vivos

Imagem: Reprodução

Classificar os seres vivos faz parte da sistemática (ciência que faz o estudo das relações entre os organismos). Ela é dedicada a inventariar e descrever a biodiversidade e entender as relações filogenéticas entre os organismos. É então que surge a taxonomia (ciência que descobre, descreve e classifica as espécies e seus grupos, com seus princípios e normas) e a filogenia (relações de evolução entre os organismos).

Taxonomia

No início, a taxonomia tinha como ideia a organização de plantas e animais conhecidos em categorias que pudessem fazer referência. Mais tarde a classificação passou a respeitar certas relações de evolução entre os organismos. Pensando nisso começaram a pesquisar mais sobre características ecológicas, fisiológicas e outras para utilizar na classificação.

Classificando os seres vivos

Pode-se classificar os seres vivos a partir de cada espécie, que é agrupada em um gênero, que são reunidos com suas características em comum formando uma família. Essas últimas são agrupadas em uma ordem, que reunidas formam uma classe. Dessa classe surgem os filos e, finalmente, estes compõem algum dos cinco reinos.

Reinos

Quanto à sua classificação, os seres vivos podem ser divididos em cinco reinos:

  1. Reino Animalia ou Metazoa: Seus seres têm organismos pluricelulares e heterótrofos (incapazes de produzir sua própria energia) em sua composição. Nesse reino encontram-se os animais vertebrados, invertebrados, aves e mamíferos, além do homem.
  2. Reino Plantae ou Metaphyta: Os seres desse reino são pluricelulares que têm células revestidas por uma membrana de celulose e são autótrofos (capazes de produzir sua própria energia). Nesse reino fazem parte: os vegetais inferiores (algas vermelhas, verdes ou marrons), vegetais intermediários (samambaia) e os vegetais superiores (demais plantas).
  3. Reino Monera: É composto por organismos unicelulares (que têm apenas uma única célula) e procariontes (células que não têm o seu núcleo organizado). Fazem parte desse reio: as bactérias e algas azuis.
  4. Reino Fungi: Seres eucariontes (de núcleo organizado e individual) que podem ser unicelulares ou pluricelulares fazem parte desse reino. Exemplos são: fungos elementares e fungos superiores.
  5. Reino Protista: São os seres unicelulares e eucariontes que fazem parte do Protista. Estão presentes: os protozoários (amebas, giárdias, tripanosomas) e algas inferiores ou eucariontes.

E o vírus, qual sua classificação?

Até o presente momento não fora chegada uma conclusão definitiva sobre a classificação dos vírus. Os biólogos estão divididos entre os que acreditam que estes seres são vivos e outros que desconsideram essa afirmação. O que importa saber é que o vírus não pode realizar funções vitais sozinhos, somente depois de terem invadido a estrutura celular, roubando para si os componentes que ela necessita e formando novos vírus.