Fitopatologia – O que é, histórico e importância

A Fitopatologia (palavra originária do grego Phyton = planta; Pathos = doença; Logos = estudo), ou patologia vegetal, é a ciência que estuda as…


A Fitopatologia (palavra originária do grego Phyton = planta; Pathos = doença; Logos = estudo), ou patologia vegetal, é a ciência que estuda as doenças, os danos e as alterações do funcionamento normal das plantas, qualquer que seja a sua origem – seja ela animal, vegetal, parasitária ou infecciosa-, abrangendo todas as suas etapas, desde o diagnóstico até o tratamento e controle. Os danos, alterações e doenças podem ser provocadas por insetos ou outros animais, bactérias, vírus, fungos, fatores climáticos, plantas parasitas, dentre outras causas. Considerando a Fitopatologia em seu sentido restrito, os danos provocados por insetos e outros animais (conhecidos como pragas, de um modo geral) são estudados na Zoologia ou na Entomologia Agrícola; enquanto que os restantes, designados como doenças, são objetos de estudo e de análise da Fitopatologia.

Fitopatologia - O que é, histórico e importância

Foto: Reprodução

Histórico da Fitopatologia

Embora a identificação de doenças vegetais seja bastante antiga, desde que o homem começou a desenvolver a agricultura para a sua sobrevivência, o desenvolvimento da Fitopatologia como ciência é recente. Antigamente, as doenças e pragas vegetais eram vistas como um fenômeno sobrenatural, de causas místicas e/ou religiosas. A história da Fitopatologia tem início neste chamado “período místico”, devido à falta de uma explicação lógica e plausível para as causas das doenças. Com o passar dos tempos, os observadores entenderam melhor o fenômeno e puderam elaborar uma explicação lógica: as interações fisiológicas da planta com o patógeno é um processo dinâmico e que pode originar danos para, inclusive, uma plantação inteira.

A importância da Fitopatologia

A população mundial vem aumentando continuamente, e, junto com ela, a preocupação com relação à quantidade e qualidade dos alimentos produzidos. Consequentemente, faz-se necessário pensar no desenvolvimento da agricultura, que está diretamente ligada a assuntos como o clima, a influência dos solos, as pragas, doenças, o desenvolvimento de avanços tecnológicos etc. A Fitopatologia é uma ciência essencial neste contexto, pois contribui com o desenvolvimento da produção agrícola, podendo combater os problemas causados pelo surgimento de doenças nas plantas, que são muito utilizadas na nossa alimentação.

O desenvolvimento das plantações está diretamente ligado a vários problemas (como os prejuízos causados pelas doenças, insetos, ácaros etc.) que necessitam ser combatidos pelo homem e pela tecnologia criada por ele, para que as perdas alimentares possam ser evitadas. E os estudos ainda vão além: os conhecimentos propõem o melhoramento genético de algumas espécies, podendo levá-las a uma maior resistência às doenças.


Reportar erro