Panspermia – Mais uma hipótese para a origem da vida

A Panspermia, também conhecida como exogenesis, é uma das teorias para a origem da vida que surgiu em meados do século XIX e até…


A Panspermia, também conhecida como exogenesis, é uma das teorias para a origem da vida que surgiu em meados do século XIX e até hoje causa fascínio e intriga os que decidem estudá-la. Esta teoria busca explicações para o surgimento da vida em nosso planeta, mas de uma forma singular, a Panspermia afirma que a vida teve origem segundo a povoação da Terra por seres vivos ou elementos vindos de outros planetas que aqui chegaram através de poeira cósmica ou dos meteoros que atingiram a Terra em seus primórdios.

Panspermia

Foto: Reprodução

Muitos cientistas abominam essa teoria afirmando que aceita-la apenas tornaria mais obscura a resposta para a origem da vida na Terra, tendo em vista que seria praticamente impossível que seres extraterrestres chegassem à Terra ilesos pelas camadas de raios ultravioletas e cósmicos. Contudo a teoria ganhou força quando foram encontradas aqui substâncias vindas de outros pontos do espaço como alguns aminoácidos, álcool etílico e formaldeído, além de um meteorito com o que seria o fóssil de uma bactéria que fora encontrado na região da Antártica por volta da década de 80.

Um cientista chamado Yoshiro Furukawa e sua equipe realizaram um experimento onde utilizaram um simulador de impacto de meteorito sobre uma superfície aquosa que imita as condições dos oceanos primitivos. O meteorito atingiu a superfície a uma velocidade de 2 km/s e produziu uma temperatura superior a 2.760 graus Celsius. O que acabou por gerar uma mistura de moléculas orgânicas e alguns aminoácidos simples e graxos. Os cientistas concluíram então que os impactos podem não ter sido por si só os responsáveis pela formação da vida primitiva, contudo eles tiveram um importante papel neste processo contribuindo para formação de moléculas complexas que mais tarde originaram a vida.

Veja abaixo duas correntes da Panspermia que são discutidas pela comunidade científica atualmente.

PANSPERMIA DIRIGIDA

Esta corrente, de autoria de Francas Circo e Lesei Orle, defende a hipótese de que seres inteligentes vindos de outras galáxias tiram colonizado nosso planeta em meio a muitos outros e deixado como prova de sua vinda um elemento essencial para o funcionamento de determinadas enzimas, porém raro na Terra: o molibdênio. Há ainda a intervenção de Francis Crick, o mesmo que descobriu a dupla hélice do DNA, ele afirma que por vontade de seres extraterrestres esporos chegaram à Terra transportados por uma espécie de nave espacial.

NOVA PANSPERMIA

A corrente da Nova Panspermia foi formulada por Fred Hoyle e Chandra Wickramasinghe e afirma a matéria esta em constante formação e que há sim vida não só em outros planetas, mas em todo o universo a exemplo das nuvens interestrelares e que chegam à Terra a partir do núcleo dos cometas que a atingem. Ela afirma que os vírus podem ter vindo diretamente do espaço e que, assim como a Panspermia Dirigida, o processo de evolução pode ter se dado pela incorporação de material genético vindos de outros planetas.

Um dos trunfos desta teoria é uma suposta evidência, a descoberta, na poeira estrelar, da presença de polímeros orgânicos complexos que se assemelham à celulose.


Reportar erro