,

Educação Ambiental: o que é e importância nas escolas

A educação engloba os processos de ensino-aprendizagem ao longo da vida, pois independente do local onde nos encontramos é fato que estamos aprendendo e/ou ensinando algo de alguma maneira.

A palavra educação remete imediatamente à escola, porém, além da escola, outros espaços tornaram-se educativos, seja o social, domiciliar, profissional, entre outros.

Usufruir de ambientes que vão além do escolar tem um significado imprescindível, pois cria a possibilidade de que o aluno venha a transcender aos objetivos propostos nas aulas convencionais da escola.

Muda de planta

A educação ambiental é voltada sobretudo para a conservação do meio ambiente (Foto: Freepik)

A educação ambiental é vista e entendida como um processo e não como um fim em si mesmo, sendo assim, ela deve ser desenvolvida como uma prática educativa integrada, contínua e permanente em todos os níveis e modalidades do ensino formal, mas não como disciplina específica incluída nos currículos escolares.

O que é a educação ambiental

A educação ambiental consiste em processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade.

A educação ambiental é um componente essencial e permanente da educação nacional, devendo estar presente, de forma articulada, em todos os níveis e modalidades do processo educativo, em caráter formal e não formal.

Dessa forma, ela é o resultado de uma orientação e articulação de diversas disciplinas e experiências educativas que facilitam a percepção integrada do meio ambiente, tornando possível uma ação mais racional e capaz de responder às necessidades sociais.

Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) e as resoluções do Conselho Nacional de Educação (CNE) reconhecem a educação ambiental como uma temática a ser inserida no currículo de modo diferenciado, não se configurando como uma nova disciplina, mas sim como um tema transversal.

Objetivos

De acordo com um consenso internacional, os objetivos da educação ambiental são:

  • Consciência: ajudar os grupos sociais e os indivíduos a adquirirem uma consciência e uma sensibilidade acerca do meio ambiente e dos problemas a ele associados.
  • Conhecimento: ajudar os grupos sociais e os indivíduos a ganharem uma grande variedade de experiências.
  • Atividades: ajudar os grupos sociais e os indivíduos a adquirirem um conjunto de valores e sentimentos de preocupação com o ambiente e motivação para participarem ativamente na sua proteção e melhoramento.
  • Competência: ajudar os grupos sociais e os indivíduos a adquirirem competências para resolver problemas ambientais.
  • Participação: propiciar aos grupos sociais e aos indivíduos uma oportunidade de se envolverem ativamente, em todos os níveis, na resolução de problemas relacionados com o ambiente.

Importância

As questões ambientais estão cada vez mais presentes no cotidiano da sociedade, contudo, a educação ambiental é de grande importância em todos os níveis dos processos educativos e em especial nos anos iniciais da escolarização, já que é mais fácil conscientizar as crianças sobre as questões ambientais do que os adultos.

A cada dia que passa, a questão ambiental tem sido considerada como um fato que precisa ser trabalhado com toda sociedade e principalmente nas escolas.

Crianças bem informadas sobre os problemas ambientais serão adultas mais preocupadas com o meio ambiente, além do que elas vão ser transmissoras dos conhecimentos que obtiveram na escola sobre as questões ambientais em sua casa, família e vizinhos.

A educação ambiental nas escolas

Alunos e professora

A educação ambiental deve ser trabalhada a partir dos primeiros anos escolares (Foto: Freepik)

A escola deve iniciar a tratar a educação ambiental a partir dos conhecimentos prévios dos alunos permitindo que os mesmos analisem a natureza de acordo com as práticas sociais. Uma análise crítica poderá contribuir profundamente para as mudanças de valores sobre o cuidado com o meio ambiente

No caso da Educação Básica, o principal referencial sobre educação ambiental são os PCN’s, elaborados por diversos especialistas, compilados pelo Ministério da Educação e aprovados pelo CNE.

A educação ambiental está incluída na série de Temas Transversais dos PCN’s, no volume de “Meio Ambiente”.

No ensino fundamental, os conteúdos estão divididos em três grandes blocos.

  • Os Ciclos da Natureza”: apresenta uma educação sobre o meio ambiente e a natureza, de forma que o estudante compreenda que os movimentos e transformações da natureza estão sempre ligados à vida no planeta.
  • Sociedade e Meio Ambiente”: os conteúdos visam propiciar uma educação para o meio ambiente, enfocando a diversidade cultural e ambiental, o ambiente regional, as relações sociais com a paisagem, as diferenças entre ambientes preservados e degradados, a responsabilidade quanto à qualidade ambiental e as possibilidades de ação.
  • Manejo e Conservação Ambiental”: aborda as interferências humanas sobre o ambiente, suas consequências, e as alternativas para harmonizar a ação humana e seus impactos ambientais.

Já no ensino médio, diversos conteúdos que problematizam a questão ambiental estão inseridos nas disciplinas de Geografia, Biologia, Física e Química, por orientação dos PCN’s no módulo de “Ciências da Natureza e Matemática” como uma forma de contextualizar os conteúdos com a realidade.

Importante destacar que os parâmetros nacionais, tanto para o ensino fundamental, quanto para o ensino médio, são referência para elaboração dos projetos pedagógicos de cada instituição escolar, que gozam de relativa autonomia para definir a forma de incorporar tais diretrizes.

Educação ambiental e sustentabilidade

Reciclagem

Um dos princípios da educação ambiental é o desenvolvimento sustentável (Foto: Freepik)

A educação ambiental está ligada à preservação do meio ambiente. A importância da preservação dos recursos naturais passou a ser preocupação mundial e nenhum país pode eximir de sua responsabilidade.

A educação ambiental para o consumo sustentável deve adotar estratégias diferenciadas para cada grupo e segmento da população. Necessita-se de estratégias apropriadas para populações vulneráveis, analfabetas ou privadas de informação.

Com o acelerado desenvolvimento econômico e tecnológico verificado durante o século XX, os países desenvolvidos tornaram-se vítimas de catástrofes ambientais, surgindo assim a necessidade de um ramo específico para o direito ambiental.

Diante dos elevados índices de consumo de recursos naturais e emissão de poluentes verificados nos países desenvolvidos aos dos países em desenvolvimento, as economias emergentes não aceitavam restrições ambientais sobre seus respectivos processos de industrialização, diante disso, rapidamente somaram-se questões como controle de níveis de consumo, pelo lado das economias emergentes e controle demográfico.

O surgimento da educação ambiental, decorre da nova abordagem das relações entre o homem e o meio ambiente, além de buscar uma mudança de valores, hábitos e atitudes, levando a uma tomada de consciência cada vez maior sobre os problemas ambientais do planeta para garantir a todos um ambiente sadio e um mundo mais sustentável.

São inúmeros os princípios ambientais, e todos têm por escopo proteger toda a espécie de vida no planeta, propiciando uma qualidade de vida satisfatória ao ser humano para as presentes e futuras gerações.

O princípio que se destaca é o do desenvolvimento sustentável, que tem por objetivo a manutenção das bases vitais da produção e reprodução do homem e de suas atividades, garantindo igualmente uma relação satisfatória entre os homens e destes com o seu ambiente, para que as futuras gerações também possam desfrutar dos recursos.

Este princípio procura conciliar a proteção do meio ambiente com o desenvolvimento socioeconômico para a melhoria da qualidade de vida do homem.

É a utilização racional dos recursos naturais não renováveis, conhecidos como meio ambiente ecologicamente equilibrado ou ecodesenvolvimento.

Trata-se de um desafio fazer com que as relações ambientais consigam se harmonizar com as relação econômicas, porém essa é uma busca que não se pode descartar para que assim possa haver utilização adequada, racional e equilibrada dos recursos naturais, sendo este um interesse para as presentes e futuras gerações.

Educação ambiental no Brasil

O papel da educação ambiental, sem dúvida, envolve todas as áreas do conhecimento e exige reflexões acerca da problemática ambiental e também sobre a educação no nosso país.

No Brasil, diversas e variadas instituições se dedicam ao desenvolvimento de ações e pesquisas na área ambiental. Embora a pesquisa sobre educação ambiental seja recente, a produção acadêmica e científica sobre a essa temática no Brasil é grande e significativa.

De fato, pode-se estimar a existência de pelo menos 450 trabalhos de investigação (dissertações e teses) produzidos no Brasil, a maioria dos quais publicados a partir de 1990.

O Brasil não está alheio a importância da educação ambiental. No ano de 1992, foi realizado no Rio de Janeiro a Conferência das Nações Unidas sobre o meio ambiente e desenvolvimento (Unced ou Earth Sumit), também conhecida como Rio-92.

E nesse período foi elaborado um documento chamado “Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global”.

Neste documento ficou estabelecido que a educação ambiental deve ter como base o pensamento crítico e inovador, em qualquer tempo e lugar em seu modo formal, não formal e informal, promovendo a transformação e a construção da sociedade.

Resumo do Conteúdo
Nesse texto você aprendeu que:

  • A educação ambiental é voltada para a conservação do meio ambiente e o modo de vida sustentável.
  • A educação ambiental é importante em todas as fases de aprendizado.
  • A educação ambiental deve ser empregada a partir dos primeiros anos escolares.
  • A educação ambiental tem relação direta com a preservação dos recursos naturais.
  • A sustentabilidade é uma das maiores bandeiras da educação ambiental.

Exercícios resolvidos

1- Do que trata a educação ambiental?
R: Da responsabilidade com o meio ambiente, sua preservação e modos de vida sustentável.
2- Cite dois objetivos da educação ambiental.
R: Consciência dos problemas e participação na resolução deles.
3- Por que a educação ambiental é importante?
R: Porque os problemas ambientais são crescentes e precisam ser trabalhados em sociedade.
4- Por que a educação ambiental é importante ser dada para as crianças?
R: Porque crianças bem informadas sobre os problemas ambientais serão adultas mais preocupadas com o meio ambiente.
5- O que foi o Rio-92?
R: A Conferência das Nações Unidas sobre o meio ambiente e desenvolvimento, realizada no Rio de Janeiro, em 1992.
Referências

» SILVA, Nathieli Keila Takemori; SILVA, Sandro Menezes. Educação ambiental e cidadania. Portal, v. 62, n. 9, p. 9199-4020, 2009.

» DANTAS, Murielle Magda Medeiros et al. A importância da educação ambiental no amplo escolar. Cadernos de Agroecologia, v. 10, n. 3, 2016.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).