Heterocromia

Você já deve ter se deparado, mesmo que pela internet, com alguma imagem de humanos e outros animais com os olhos um de cada…


Você já deve ter se deparado, mesmo que pela internet, com alguma imagem de humanos e outros animais com os olhos um de cada cor. O processo, causado por falta ou excesso de melanina, é chamado de heterocromia.

Causas

Como citamos no tópico anterior, uma das causas pode ser a falta ou ainda o excesso de melanina, mas existem ainda outras causas para a heterocromia, como a genética, doença ou ainda algum machucado durante o desenvolvimento fetal.

Pode ser que aconteça ainda por causa de problemas congênitos, como por exemplo a Síndrome de Waardenburg e a Síndrome de Horner. A primeira é uma condição genética que causa a perda de audição, além da mudança na coloração do cabelo, da pele e dos olhos. A segunda abrange um grupo de danos na enervação do sistema nervoso simpático com um dos olhos, causados tanto no nascimento como dentro do útero. Isso faz com que o lado afetado tenha a pupila menor do que o outro lado, além da íris mais clara.

A heterocromia adquirida, pode ser causada por doenças e condições como irite, traumas, sangramento, glaucoma, presença de corpo estranho nos olhos, melanoma maligno na íris e mais outras.

Heterocromia

Foto: Reprodução

Tipos

Além de ser um fato curioso, a heterocromia possui três diferentes tipos: a central, a setorial e a completa. Nestes casos, existem três pigmentos predominantes na íris: o azul, o castanho e o amarelo que, dependendo da quantidade, determinará a cor final do olho.

Heterocromia central

A heterocromia central acontece quando a íris possui dois ou mais círculos de cor em sua composição, como por exemplo, quando a pessoa possui olhos azuis, mas com um arco dourado externo ou perto da pupila. As pessoas que possuem esse tipo de heterocromia são chamados por alguns de “olhos de gato”.

Heterocromia setorial

A heterocromia setorial acontece quando a mesma íris possui duas cores diferentes, sendo que existe uma cor dominante e um toque de uma determinada segunda cor.

Heterocromia completa

Por fim, a heterocromia completa é quando os dois olhos possuem cores diferentes, como um olho verde e um castanho, por exemplo. Esse, talvez, seja o mais impressionante dos três tipos, pois causa mais estranheza e admiração.

Ocorrência

Apesar de fascinante, a heterocromia é relativamente rara. Como comparativo, podemos citar uma pesquisa feita nos Estados Unidos, onde estimou-se que cerca de 11 pessoas em um quadro de amostras de 1000 pessoas são afetadas.

Isso pode acontecer por herança dos pais, surgindo de uma combinação de diversos fatores genéticos e adquiridos, não simbolizando necessariamente um sinal de fraqueza genética.


Reportar erro