Imigração italiana para o Brasil – História

Veja em detalhes a história do começo da imigração italiana para o Brasil. Saiba em que isto somou para a cultura e economia de nosso país


Os primeiros imigrantes italianos, maioria vinda de Venêta – região localizada à norte da Itália – apareceram em solo brasileiro logo após a abolição do tráfico de escravos, na época em que o país estava estimulando intensamente a imigração de Europeus para cá, no ano de 1870. O primeiro lugar ao qual chegaram foi a região sul do Brasil, onde iniciaram a instalação de colônias de imigrantes, que logo mais veio a ser concretizada pelo governo brasileiro, já por volta do século XIX.

Imigração italiana para o Brasil - História

Imagem: Reprodução

As colônias quando foram fundadas, foram feitas em territórios rurais como: Bento Gonçalves, Garibaldi e Serra Gaúcha. Cinco anos após isso, uma nova colônia foi fundada em Caxias do Sul, e neste novo espaço foi cultivado o plantio da uva para produção de vinhos. Até hoje estas áreas são responsáveis por um importante despacho de vinhos nacionais, sendo estes os melhores vinhos do Brasil, por sinal.

Apesar de a região Sul ter sido a pioneira em ocupação dos migrantes de origem italiana, a Região Sudeste foi a que acabou por receber maior número de imigrantes italianos. Isso se deu devido ao processo de ampliação das fazendas cafeeiras em boa parte do estado de São Paulo. Assim, os italianos serviriam logo mais como poderosa mão de obra para o Brasil.

Dessa forma os imigrantes italianos passaram a se estender por outros estados, como: Espírito Santo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Assim, inicialmente foram destinados ao trabalho agrícola. Porém, verifica-se que após alguns anos, muitos italianos que trabalhavam no cultivo de café, juntaram dinheiro o bastante para comprar terras e logo se tornarem fazendeiros de café ou partirem para os grandes centros urbanos e lá começarem uma nova vida.

Em determinado momento muitos italianos que estavam prestes a imigrar para o Brasil, passaram a escolher outros destinos para seguir, isso ocorreu por conta das notícias que foram chegando sobre as condições de trabalho semi-escravo no território brasileiro, os levando a optar por lugares como Argentina e Estados Unidos. Logo mais, por volta da década de vinte, a imigração de italianos para o Brasil continuou a decair, quando Benito Mussolini –ditador italiano– passou a agir no controle da imigração do seu país. Mas, o que levou à escassez da imigração italiana às terras brasileiras foi a declaração de guerra contra a Itália que o Brasil fez diante da Segunda Guerra Mundial.

Contribuições italianas à cultura do Brasil

  • Adição de novas técnicas agrícolas;
  • Pratos culinários como: pizza, espagueti;
  • Hábito de consumo do panetone em época natalina;
  • Introdução de novas palavras como: polenta;
  • O uso da saudação “tchau”;
  • Enraizamento do catolicismo.

Reportar erro