Reino Monera – Características das bactérias

O Reino Monera é o mais primitivo de todos e compreende os micro-organismos:  bactérias, arqueobatérias e cianobactérias. Todos os seres pertencentes a esse reino são procariontes (que…


O Reino Monera é o mais primitivo de todos e compreende os micro-organismos:  bactérias, arqueobatérias e cianobactérias. Todos os seres pertencentes a esse reino são procariontes (que não possuem membrana nuclear, a carioteca, dividindo seu material genético), aliás, este é o único reino existente que se classifica como procarionte, todos os outros são eucariontes (possuem membrana que divide a célula).

Os micro-organismos do reino monera são unicelulares. Podem também ser anaeróbios (que não utilizam o oxigênio como fonte de produção de energia); ou aeróbicos (que precisam do oxigênio para produção de energia, nesse caso, conhecida como ATP). Esses seres podem ainda ser classificados como autotróficos (que fazem fotossíntese ou quimiossíntese, não necessitando se alimentar de matéria orgânica) ou heterotróficos (que precisam se alimentar de matéria orgânica).

A célula dos pertencentes ao reino tem presença de parede celular, composta pela substância química mureína. E algumas bactérias além de ter membrana plasmática e parede celular, possuem uma cápsula que lhe fornece mais resistência.

Sua estrutura de locomoção contém cílios e flagelos. Os cílios servirão tanto para locomoção como formam uma espécie de ponte, a pili, que serve para trocar material genético quando ocorre reprodução sexuada, no caso conjugação.

Reino Monera - Características das bactérias

Imagem: Reprodução

Algumas características relacionadas às bactérias

  • Possuem apenas um DNA que formará cromossomo circular.
  • Um pedaço do DNA da bactéria, o plasmídeo, serve pra trocar com outras bactérias genes que são resistentes a antibióticos, assim ao passar para a outra, esta irá adquirir tal resistência.
  • A única organela que se encontra dentro de uma célula de bactéria é o ribossomo.
  • Possuem mesossomos, estruturas que são responsáveis pelo processo de respiração celular, já que “esses indivíduos” não possuem mitocôndrias para fazer tal tarefa.
  • O Antibiótico serve para curar uma doença bacteriana, normalmente atacando duas estruturas: parede celular, enfraquecendo a célula; ou afeta a síntese proteica, impossibilitando ela de fazer proteínas.

Metabolismo

  • Anaeróbicas: comem, fazem fermentação e não usam o oxigênio para quebrar a glicose ingerida.
  • Aeróbicas: se alimentam e fazem respiração celular,  usando o oxigênio para quebrar a glicose e produzir ATP como fonte de energia.
  • Aeróbicas Facultativas: fazem tanto fermentação quanto respiração celular.

Bactérias Heterotróficas

  • Saprofítica: obtém alimento de seres em decomposição, as chamadas por isso, decompositoras, fazem reciclagem dos compostos orgânicos.
  • Parasita: obtêm alimento de uma forma que prejudica o indivíduo onde se instala.
  • Que fazem relação de simbiose/mutualismo: obtém o alimento, mas não prejudicam seu hospedeiro. Ex: bactérias que se instalam no estômago da vaca e digerem a celulose (que ela não consegue digerir).

Autotróficas

  • Fotossíntese: não existe presença de cloroplasto. Nessa fotossíntese não se usa água  usa-se então Co2, luz do sol e produz matéria orgânica mais simples e liberação de enxofre e formação de água, geralmente não ocorre produção de oxigênio.
  • Quimiossíntese: é uma espécie de fotossíntese sem necessidade da presença de luz, a energia utilizada é a de algum composto inorgânico, onde se obtém energia provida da ligação do composto que reagira com oxigênio.

Reportar erro