,

Arqueólogos chineses encontram ossadas de ‘gigantes’ de 5 mil anos

Em ruínas que datam do período neolítico, foram encontradas ossadas onde a maior delas chega à 1,90 m. Vivos seriam ainda maiores

Desde 2016, vários cientistas exploram uma série de ruínas que datam do período neolítico (entre 10.000 a.C. e 4.000 a.C) localizadas em uma vila chamada Jiaojia, que fica na provincia de Shandong, no leste da China.

Apesar das inúmeras descobertas feitas nas ruínas escavadas de 104 casas, 205 túmulos e 20 altares de sacrifício encontradas; o que vêm chamando a atenção dos arqueologistas são as ossadas que foram encontradas, mais especificamente o tamanho delas, já que têm sido chamadas de ossos de gigantes.

A publicação inicial foi do site People’s Daily, que além de ser o maior portal da China, ainda é o portal oficial do Partido Comunista Chinês.

Segundo Fang Hui, o diretor do departamento de história e cultura da Universidade de Shandong, a última ossada encontrada tinha 1,90m de altura, tamanho esse que era muito maior quando a pessoa ainda era viva. A maioria dos outros esqueletos encontrados tinham alturas médias de 1,80m.

Foto: Reprodução/ People’s Daily

As ruínas onde foram encontradas as ossadas são pertencentes à cultura Longshan, uma civilização que viveu há cerca de cinco mil anos próximo ao Rio Amarelo e tinha como destaque seu alto nível técnico em olaria (produção de materiais com barro e argila).

“A agricultura já existia naquela época, então havia uma grande diversidade de recursos alimentícios e graças a isso a sua fisiologia começou a mudar,” contou Fang Hui. O diretor ainda contou que também havia criações de vários animais, já que foram encontradas diversas ossadas dos mesmos. Isso mostra que a cultura Longshan tinha acesso a alimentos muito nutritivos, o que contribuiu para sua altura fora dos padrões.

Os ‘gigantes’ foram encontrados em tumbas bem trabalhadas, o que pode indicar que eram pessoas com um status alto e que teriam acesso a uma melhor alimentação.

Segundo estatísticas oficiais, em 2015, a altura média nacional dos chineses era de 1.72 metros de altura o que faz os esqueletos encontrados parecerem gigantes perto de um chinês da atualidade.

 

Com informações de People’s Daily