,

Biosfera

O conceito Biosfera surgiu na “Conferência sobre a Biosfera” em 1968 organizada pela UNESCO

A Biosfera é caracterizada pelo conjunto de seres vivos (componentes bióticos) e seu meio ambiente físico-químico (componentes abióticos). A palavra é formada pela união de outras duas: Bio = vida + Esfera = camada, ou seja, é tudo aquilo que está diretamente relacionado aos seres vivos e o meio ambiente, é a região do planeta Terra onde é possível a existência de vida.

O que é a Biosfera?

Historicamente, o conceito Biosfera surgiu na “Conferência sobre a Biosfera” em 1968 organizada pela UNESCO com objetivo de destacar a importância da conservação e o uso dos recursos naturais pela sociedade, visando o desenvolvimento sustentável.

A Biosfera é formada pelo conjunto de diversos Ecossistemas e estes se dividem em dois grandes Biomas: aquáticos e continentais (terrestres). Os Biomas possuem uma biogeografia característica, com clima, fauna e flora bem definidos. O Brasil ganha destaque por possuir o maior Bioma do mundo, local de grande biodiversidade de espécies e extensão territorial, a Floresta Amazônica.

o conceito Biosfera surgiu na “Conferência sobre a Biosfera” em 1968 organizada pela UNESCO

A biosfera se divide em dois grandes Biomas: aquáticos e continentais Foto: depositphotos)

Qual o papel dos Ecossistemas?

Os decompositores, produtores e consumidores são os grupos atuantes nos Ecossistemas aliados aos componentes abióticos como água, luz, temperatura e pressão, desempenham um papel fundamental no equilíbrio ambiental. Nos Ecossistemas as substâncias inorgânicas são reaproveitadas em ciclos biogeoquímicos, havendo ciclagem da matéria através de um dinamismo natural.

Partindo do princípio de que o ser humano também faz parte do meio ambiente e interage constantemente com ele, a sociedade depende diretamente dos “serviços ambientais” que os Ecossistemas proporcionam.

Se por um lado a natureza proporciona benefícios ao homem, como provisão (água, alimentos, madeira) e regulação (clima) as ações antrópicas (do homem) vêm causando impactos negativos devido às demandas e tendências da sociedade contemporânea.

Veja também: Dia Mundial da Água: A celebração do líquido mais precioso da Terra

Qual a importância dos Biomas?

Os Biomas assumem uma configuração de destaque em todo o mundo e as condições climáticas, a altitude e latitude determinam os diferentes tipos de Biomas existentes no planeta. Os Biomas apresentam espécies de animais e plantas específicos, merecendo atenção especial no que diz respeito à preservação dos mesmos.

Sendo assim, a biodiversidade existente nos Biomas é de suma importância, pois a riqueza biológica e genética ali presente é de valor incalculável. Como mencionado anteriormente, o Brasil é um país privilegiado em possuir um Bioma destaque, a Floresta Amazônica.

No entanto, muitos casos de biopirataria têm sido comprovados envolvendo esta região, devido esta floresta agregar aproximadamente 50% da biodiversidade mundial. Denúncias de contrabando de fauna e flora para o exterior vêm aumentando nos últimos anos e muitos “turistas” foram
descobertos transportando peixes ornamentais, folhas desidratadas, frascos com vísceras
de espécies aquáticas não identificadas, alegando fins de pesquisa científica.

Veja também: A água mais profunda da Terra pode está a 1.000 km da superfície

BioCuriosidades: Extinção das espécies

A biodiversidade de fauna e flora existente no planeta é muito grande e a cada dia novas espécies são descobertas. Em contrapartida, o ser humano vem explorando e ameaçando de extinção muitos seres vivos, com o desmatamento, caça predatória, crescimento populacional descontrolado, poluição ambiental, etc.

Algumas espécies ameaçadas de extinção são: onça pintada, lobo guará, mico leão dourado, pica pau de cara amarela, jacaré do papo amarelo, entre outros.

Referências

»AMABIS, José Mariano e MARTHO, Gilberto Rodrigues. Biologia, Editora Moderna,
São Paulo, 2010.

» COSTA, Wanderley Messias, BERTHA K. Becker e ALVES, Diógenes Salas. Dimensões humanas da biosfera-atmosfera na Amazônia. Vol. 1. EdUSP, 2007.

» FELFILI, Jeanine Maria, CARVALHO, Fabrício Alvim e HAIDAR, Ricardo Flores. Manual para o monitoramento de parcelas permanentes nos biomas Cerrado e Pantanal. Brasília: Universidade de Brasília, Departamento de Engenharia Florestal, 2005.

» RODRIGUES, ELAINE APARECIDA, Rodrigo Antonio Braga Moraes Victor, and Bely Clemente Camacho Pires. “A Reserva da Biosfera do Cinturão Verde da Cidade de São Paulo como marco para a gestão integrada da cidade, seus serviços ambientais e o bem-estar humano.” São Paulo em Perspectiva 20.2, 2006.

Sobre o autor

Graduada em Ciências Biológicas (Universidade do Estado do Rio de Janeiro)