Baterias recarregáveis

A bateria recarregável, também conhecida como “bateria de armazenamento”, é uma bateria que pode ser recarregada e utilizada muitas vezes, tendo a capacidade de…


A bateria recarregável, também conhecida como “bateria de armazenamento”, é uma bateria que pode ser recarregada e utilizada muitas vezes, tendo a capacidade de acumular e armazenar energia. Com o aumento do uso de notebooks, telefones celulares, aparelhos sem fio e demais produtos eletrônicos, cresceu a demanda deste tipo de bateria.

Baterias recarregáveis

Foto: Reprodução

O funcionamento das baterias recarregáveis

As baterias possuem dois eletrodos: um ânodo, que é a extremidade negativa, e o cátodo, a positiva. Entre esses dois eletrodos passa uma corrente elétrica que é gerada, principalmente, a partir de uma diferença entre o ânodo e o cátodo. Isso ocorre por meio de produtos químicos denominados eletrólitos, podendo estar no estado líquido ou sólido.

Atualmente, as baterias são feitas de placas com o auxílio de substâncias químicas reativas separadas por barreiras, de maneira que os elétrons se reúnem em um lado. O lado onde os elétrons se reúnem torna-se carregado negativamente e, o outro lado, carregado positivamente. Quando um dispositivo é ligado, uma corrente de elétrons vai para o lado positivo. Ao mesmo tempo, uma reação eletroquímica se inicia no interior das pilhas, que permite o reabastecimento dos elétricos. Todo esse processo químico resulta na produção de energia elétrica.

Ao contrário do que ocorre com as baterias não-recarregáveis, em uma bateria recarregável, as alterações químicas que acontecem podem ser invertidas (reação inversa) e, dessa forma, a sua carga pode ser completamente restaurada e utilizada novamente. Resumindo: uma bateria é recarregável quando todas as suas semi-reações são reversíveis.

A utilização das baterias recarregáveis

A quantidade global de baterias recarregáveis vem crescendo 15% ao ano e, atualmente, as baterias recarregáveis representam aproximadamente 8% do mercado europeu de pilhas e baterias. O destaque vai para a de níquel-cádmio (Ni-Cd), que representa cerca de 70% das baterias recarregáveis. Esta bateria é largamente utilizada em aparelhos que não podem falhar, como na aviação e em equipamentos médicos.

No entanto, as baterias de Ni-Cd apresentam problemas ambientes por causa do cádmio e, assim, outros tipos de baterias recarregáveis portáteis começaram a ser desenvolvidas.

Uma das alternativas à bateria de níquel-cádmio é a bateria recarregável de níquel metal hidreto (NiMH), que pode substituir a Ni-Cd em muitas de suas aplicações e, em termos ambientais, é aceitável, porém o preço de sua produção ainda é alto.

Outra opção à utilização da bateria de níquel-cádmio são as de íons de lítio.


Reportar erro