O censo de 2010

Confira o que foi o censo de 2010 e quais foram as informações recolhidas sobre a população brasileira


Com objetivo de recolher informações mais diversas sobre as características básicas da população do Brasil, o Censo de 2010 é um levantamento ou recenseamento de natureza demográfica e social.

“Um recenseamento de população pode ser definido como o conjunto de operações que consistem em recolher, agrupar e publicar dados demográficos, econômicos e sociais relativos a um momento determinado, ou em certos períodos, a todos os habitantes de um país ou território”, segundo a definição da ONU.

O censo de 2010

Imagem: Reprodução/ internet

Trata-se, portanto, de uma avaliação mais racional e objetiva possível que poderá contribuir para um maior entendimento do país e de seu povo. Isso é indispensável para que o governo federal e os mais diversos órgãos possam planejar políticas públicas de desenvolvimento. O censo é um dos principais indicadores de qualidade e da quantidade de recursos a serem aplicadas nos mais diversos campos.

História

No Brasil, o primeiro recenseamento aconteceu em 1872, e outros aconteceram em 1900, 1920, 1941, 1950, 1960, 1970, 1980, 1991 e 2000, e é feito por meio do recolhimento de dados que acontece em visitas a cada domicílio, realizado por agentes autorizados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O instituto que organiza o recenseamento é responsável também pelo recrutamento dos agentes recenseadores. Estes agentes são selecionados por meio de concurso e contratados temporariamente, recebendo remuneração, treinamento e material correspondente até o final do período de pesquisa.

No ano de 2010, os indivíduos consultados poderiam acessar o website do IBGE e obter informações sobre todo o processo, além de confirmar se o agente que estava em sua casa era realmente integrante da equipe, evitando assim atos criminosos ou fraudulentos.

Informações recolhidas

Entre as informações recolhidas, encontramos o número de homens entre o total de população, além de crianças, mulheres e a quantidade de indivíduos em cada faixa etária, e até mesmo a aferição do número de habitantes empregados, aposentados, de classe média, rica ou pobre.

De acordo com o censo de 2010, o Brasil contava, neste ano, com 190.755.799 habitantes. Além disso, os dados demonstraram ainda que o Brasil seguia com a tendência de envelhecimento, e que, para cada 100 mulheres, há 96 homens, e mais pessoas se declararam pretas e pardas comparado aos anos anteriores.

Em 2010, 24,1% da população era menor de 14 anos, enquanto que em 1991 essa faixa representava 34,7% da população. Houve o aumento na representatividade de idosos, sendo que 7,4% da população tem mais de 65 anos, contra os 4,8% no ano de 1991, além da taxa de crescimento que diminuiu.

O Brasil já registra, segundo o censo, mais de 60 mil pessoas vivendo com parceiros do mesmo sexo, e mais pessoas se declararam como pretas e pardas, subindo de 38,4% e 6,2%, respectivamente em 2000, para 43,1% e 7,6% em 2010.


Reportar erro