Tecido nervoso

Responsável pela troca de informações rápidas nos animais, o tecido nervoso é composto por neurônios e é de extrema importância no organismo, uma vez…


Responsável pela troca de informações rápidas nos animais, o tecido nervoso é composto por neurônios e é de extrema importância no organismo, uma vez que é por meio dele que são comandadas todas as partes do organismo de forma ágil e eficiente. O tecido nervoso torna possível a reação dos seres vivos aos estímulos ambientais como mudanças de sons, choques, calor e frio, adotando uma postura correspondente ao estímulo. Os estímulos são recebidos pelos tecidos nervosos que determinam a resposta adequada, que será realizada pelos músculos.

Tecido nervoso

Foto: Reprodução

Neurônios

Os neurônios ou células nervosas são células especializadas na condução de impulsos elétricos pelo corpo do animal. Os neurônios são divididos em três tipos, mas antes de estudar cada um deles, é preciso entender do que essas células são compostas.

A parte onde estão o núcleo e diversas organelas – como as mitocôndrias – é o corpo celular. As organelas são responsáveis pela produção de algumas substâncias essenciais, além da energia para o funcionamento correto da célula. Além do corpo celular, existem os dendritos, que são prolongamentos em pequenas ramificações que saem do corpo celular e agem captando sinais elétricos e retransmitindo-os por meio do axônio – a ser explicado a seguir -, como se fosse uma antena. E por último, o axônio, que é uma grande extensão do corpo celular que se conecta aos outros neurônios ou a células de outros tecidos. Normalmente, em torno do axônio, encontram-se as bainhas de mielina, que são compostas pelas células especializadas conhecidas como células de Schawann – envoltórios contendo material lipídico. Alguns axônios chegam a ultrapassar um metro de comprimento. Os axônios e as bainhas que os envolvem, em conjunto, são conhecidos como fibras nervosas. Passamos agora aos três tipos de neurônios, citados anteriormente:

Neurônios receptores

Os neurônios receptores são responsáveis por captar informações nas células sensoriais por meio dos dendritos. Como exemplo, podemos citar as células sensoriais que compõe a retina, o ouvido, o tato, a língua, etc.

Neurônios de conexão ou mistos

Responsáveis por fazer a conexão entre dois neurônios, os neurônios de conexão recebem informações pelos dendritos, passando à célula nervosa seguinte por meio do axônio. Esse tipo de neurônio é o mais encontrado nos sistemas nervosos animais.

Neurônios efetores

Estes neurônios são responsáveis por receber as informações do cérebro, que são respostas aos estímulos captados pelos neurônios receptores, e por repassá-las para os músculos, glândulas e outros.

Neuróglia

Também conhecidas como células de glia, essas são também constituintes do tecido nervoso. Menores que os neurônios, essas se relacionam com a sustentação e a nutrição deles, além da produção de mielina e a fagocitose.


Reportar erro