Pular para o conteúdo
,

Empresa lança aplicativo para ajudar estudante na escolha da profissão

O aplicativo foi desenvolvido pelos cursos de psicologia e engenharia da computação da Universidade Positivo

Escolher a futura profissão e um curso universitário na maioria das vezes não é uma tarefa fácil,. Principalmente levando em consideração que a adolescência é um período de várias descobertas que podem acabar confundido a cabeça de quem esta passando por esta fase.

Há também casos de jovens que já estão em um curso e se arrependem por descobrirem novos gostos.

Felizmente, há várias maneiras de facilitar a escolha da futura profissão, sendo a principal delas os testes vocacionais que podem ser encontrados na internet.

Para auxiliar ainda mais quem tem dúvidas sobre o seu futuro profissional, os cursos de psicologia e engenharia da computação da Universidade Positivo, desenvolveram um aplicativo chamado Quiz Profissões.

O aplicativo chamado Quiz Profissões foi idealizado pela Universidade Positivo

Aplicativo está disponível gratuitamente para os sistemas operacionais Android e IOS (Foto: depositphotos)

Aplicativo para escolher profissão ideal

Disponível gratuitamente para os sistemas operacionais Android e IOS, o aplicativo traz uma série de questões simulando situações comuns de varias áreas profissionais as quais o usuário deverá responder de acordo com o que ele se identifica.

“O aplicativo não pretende oferecer respostas prontas, e sim ajudar o estudante a fazer as perguntas certas que vão levá-lo à tomada de decisão”, observa a professora do curso de Psicologia da UP, Samarah Freitas, que participou do desenvolvimento do quiz.

De acordo com o psicólogo Ivo Carraro, orientador educacional do Curso Positivo e autor do livro “Profissões: pais preocupados, filhos inseguros’’, o jovem precisa conhecer a diversidade de opções que o mercado oferece e identificar quais atividades mais lhe agradam. “Para ser um profissional bem-sucedido, é preciso gostar do que faz”, ressalta.

O orientador aconselha que o candidato procure vivenciar o dia a dia das profissões que mais lhe encantam. “Entre dois caminhos a seguir, o cérebro prefere o mais prazeroso. E ele vai apontar qual a direção”, garante.

Seguir a carreira dos pais compensa ou não?

Voltar para o topo