,

O que é, como se originou e o que propõe o Hezbollah?

A proposta do grupo sempre foi expulsar os israelenses do território libanês por isso que surgiram logo após a invasão de Israel. Entenda mais

Após uma invasão israelense no Líbano, um grupo de clérigos muçulmanos sentiu a necessidade de criar uma organização política e militar. Assim, em 1982 surge o Hezbollah, que em árabe significa “Partido de Deus”. Atualmente é o grupo mais forte e mais atuante do bloco de oposição pró-Síria dentro do Líbano.

A proposta do grupo sempre foi expulsar os israelenses do território libanês, por isso que surgiram logo após a invasão de Israel, durante a Guerra do Líbano em 1982. As Forças de Defesa de Israel, com o apoio de milícias libanesas, invadiram o sul do Líbano, chegando até a capital do país, Beirute. A invasão foi visando promover cessar os ataques dos palestinos.

No entanto, a princípio a ideia do grupo Hezbollah era transformar o Líbano em um Estado teocrático como no Irã, porém esta ideologia foi abandonada ao longo do tempo. Agora, a proposta do partido é eliminar o Estado de Israel, alegando que o território israelense pertence ao povo muçulmano.

História de Hezbollah

Esta organização política militar é formada, majoritariamente, por muçulmanos xiitas, uma das classes mais marginalizadas e pobres do Líbano. Para combater os israelenses no início dos anos de 1980, a Guarda Revolucionária do Irã e o governo sírio patrocinaram as ideias do Hezbollah. E logo em 1984, as primeiras vitórias já foram conquistadas.

O que é, como se originou e o que propõe o Hezbollah?

Foto: Reprodução/Wikipedia

Abbas al-Mussawi foi o líder do movimento por muitos anos, até que em 1992 foi assassinado pelos israelenses. Para assumir o cargo, Hassan Nasrallah foi o escolhido. A partir de então, houve uma grande mobilização para fazer o grupo crescer e ganhar adeptos.

De acordo com o site da BBC Brasil, 2000 foi o ano ápice para o populismo do Hezbollah. É tanto que nestas épocas o grupo conseguiu impedir a eleição de um novo presidente, uma vez que possui vários assentos no Parlamento.

Quais as atuações deste grupo?

Apesar de ter iniciado suas atividades com assassinados e ataques suicidas, o Hezbollah possui ainda outras intenções nas suas ações. Além de ter, incontestavelmente, uma força política na região do Líbano, o grupo ainda faz ações voltadas para fornecer serviços sociais e assistência de saúde, por isso que é recebido bem pelo apelo popular. E, para atingir as pessoas, o grupo conta com uma emissora de TV, a al-Manar.

Visão do Hezbollah x Visão dos inimigos

Para muitos críticos, o Hezbollah é o responsável pela destruição que Israel causou no Líbano, segundo destaca o site da BBC Brasil. O governo dos Estados Unidos, por exemplo, classifica o grupo como terrorista, assim como o Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) que adicionou o nome do movimento à lista de terroristas.

Já para o movimento xiita libanês, este tipo de classificação é uma afronta ao grupo. Segundo o portal de notícia português Observador, o líder Hassan Nasrallah se posiciona desfavorável a atitude do CCG, indicando que a lista é uma reação aos grupos que são contra Israel.