A vida: calor x frio

Descubra o que muda em nosso corpo em dias de frio e em dias de calor; saiba como as temperaturas interferem na vida humana


Você já parou para pensar nas formas diferentes em que seu corpo reage em diferentes temperaturas? No inverno, por exemplo, o corpo precisa manter-se mais aquecido. Por isso, tendemos a sentir mais fome nas épocas do ano em que as temperaturas estão mais baixas, além de ser possível notar o corpo tremer e a pele ficar mais ressecada.

Inverno

Como citado anteriormente, o corpo treme, a pele resseca e o corpo tenta armazenar mais calorias para tentar manter o corpo aquecido. Tremer, por exemplo, nada mais é do que uma reação do corpo para manter a temperatura a uma média de 37°C, pois movimenta os músculos e contraem os vasos sanguíneos gerando calor e aumentando a temperatura do corpo.

Os lábios são semimucosas, ou seja, é uma pele mais fina e que não possui glândulas sebáceas, tornando a área mais sensível ao frio e ao vento, ou seja, sem proteção natural. Há ainda o problema do hábito de umidificar os lábios com a língua e morder os lábios: ambos ajudam a ressecar.

Ainda falando em inverno, aumentam as nossas vontades de urinar, pois essa é a forma de eliminação de água e resíduos do corpo, além do suor. Como durante o inverno não suamos como nos dias quentes, urinamos mais para suprir a eliminação de água e toxinas. O corpo pode ainda ter eriçamento dos pelos, que serve como uma forma de afastar o ar frio da pele, além de a vontade de doce, que é para o gasto calórico no aquecimento, e a pele rosada, causada pela hiperemia.

A vida: calor x frio

Foto: Reprodução/ internet

Verão

Em dias mais quentes, são mais comuns as crises de enxaqueca, além de favorecer a desidratação, hipoglicemia, pressão baixa e alteração nos batimentos cardíacos. É preciso tentar não se expor tanto ao sol, e consumir muito mais água do que nos dias frios.

O calor pode afetar ainda o sono, pois a pressão é baixa e acaba causando tonturas, desmaios e em situações mais raras, crises convulsivas. Cuidado ao se levantar da cama, pois a pressão tende a baixar drasticamente.

Existem doenças que podem ser agravadas no calor, como é o caso das enxaquecas e a esclerose múltipla. Nesse último caso, chamamos de “fenômeno de Uhthoff”, que acontece devido ao aquecimento do corpo que acaba alterando a condução dos impulsos elétricos pelas células nervosas.

Nessa época do ano, o nosso corpo precisa de mais água, pois o calor faz com que a gente elimine mais água por meio da transpiração. O corpo, portanto, reage sentindo mais sede, e pode apresentar eventuais alterações na respiração, além de cansaço mais fácil.


Reportar erro