Aposto

O aposto, estudado na gramática portuguesa, é o termo usado para designar uma palavra ou expressão que é usada em uma frase para explicar…


O aposto, estudado na gramática portuguesa, é o termo usado para designar uma palavra ou expressão que é usada em uma frase para explicar ou que se relaciona com um termo anterior, e tem a finalidade de esclarecer ou detalhar melhor esse termo. Normalmente, é colocado entre vírgulas após uma pausa pequena e, em casos especiais, pode ser assinalado por dois pontos, travessão ou parênteses. Para entender melhor, confira um exemplo sinalizado na frase abaixo:

“Manoel, português casado com minha irmã, é um excelente escritor”.

O sujeito da oração, Manoel, é detalhado por meio do trecho sublinhado “português casado com minha irmã”, explicando quem é. O trecho, dessa forma, é o aposto da oração acima. Se ainda ficou confuso, confira mais um exemplo:

“Foram elas, as meninas, que organizaram o evento.”

“As meninas” é o trecho usado para explicar o sujeito da oração “foram elas”.

Aposto

Foto: Reprodução

Tipos de aposto

Os apostos podem ser separados em alguns tipos, que serão explicados e exemplificados abaixo.

Aposto explicativo

O aposto explicativo é aquele usado para explicar o termo anterior a ele, por exemplo:

Gregório de Matos, autor do movimento Barroco, é considerado o primeiro poeta brasileiro”.

Na frase, “autor do movimento Barroco” é o termo usado para explicar quem é Gregório de Matos, o sujeito da frase.

Aposto especificador

Aposto especificador é usado para denominar o ser, especificá-lo e individualizá-lo. Por exemplo:

“O mês de setembro marca o fim do inverno”.

Na frase, o termo sublinhado “de setembro” é usado para especificar de que mês estamos falando.

Aposto resumidor

O aposto resumidor é usado para sintetizar todos os termos usados anteriormente, por exemplo:

“Pai, mãe, irmãos, primos e tios, todos irão à festa”.

“Todos irão à festa” resume os termos usados anteriormente para denominar quem irá à festa.

Aposto comparativo

O aposto comparativo é usado para caracterizar o termo anterior por meio de uma comparação com outro elemento, como exemplificado na frase abaixo:

“Seus olhos, indagadores holofotes, fixaram-se por muito tempo na baía anoitecida”.

O trecho sublinhado indica uma comparação dos “seus olhos” com os “indagadores holofotes”.

Aposto distributivo

O aposto distributivo é aplicado em uma frase para distribuir características de dois sujeitos que a compõe. Por exemplo:

“O pai e a mãe trabalham para sustentar os filhos, aquele na área de informática e esta na de engenharia”.

O trecho sublinhado indica uma característica para cada um dos seres representados na frase.

Aposto de oração

O aposto de oração é usado para caracterizar especificamente toda a oração, por exemplo:

“Ela correu durante uma hora, sinal de preparo físico”.

Ela ter corrido durante uma hora, é sinal de preparo físico, por isso o trecho final é aposto de oração do trecho anterior.


Reportar erro