O emprego correto de onde, aonde, donde, no qual, do qual e em que

O emprego de advérbios e pronomes relativos causa muita confusão nos falantes. Conheça o uso correto de onde, aonde, donde, no qual, do qual e em que


O emprego de determinados termos da Língua Portuguesa, como os advérbios e pronomes relativos, causa muita confusão nos falantes e, não raro, são utilizados de maneira inadequada, prejudicando a clareza da exposição de ideias.

Há expressões que são muito parecidas, mas que não podem ser usadas como se fossem sinônimos.

“Onde”, “aonde” ou “donde”?

“Onde”, “aonde” e “donde” são vocábulos muito parecidos e são utilizadas para indicar lugares. O acréscimo de uma preposição ao advérbio relativo “onde” possibilita a diferença entre os termos.

Onde

O vocábulo “onde” corresponde a “em algum lugar”, ou seja, indica permanência de algo ou alguém em determinado local físico. Se

Exemplos: Onde você mora?

Eu não sei onde fica a cidade de Resende Costa.

Aonde

“Aonde” também corresponde ao lugar em que algo ou alguém está, no entanto, expressa a ideia de movimento, destino. Quando o objetivo for expressar a ideia de movimento, faz-se necessária a agregação da preposição “a” ao advérbio de lugar “onde”, formando o vocábulo “aonde”.

Exemplos: Aonde você vai com todos esses livros?

Ainda não sei aonde irei no sábado à noite.

“… deslumbrados por chegar aonde tanto ansiavam…”

Ilustração com os termos onde, aonde, donde, no qual, do qual e em que

Foto: Depositphotos

Donde

O vocábulo “donde” indica “de algum lugar”, “ao lugar que (em que direção). Este último pode ser separado da preposição: “de onde”. O “donde” também possui valor circunstancial de lugar (“aquilo que vem”) e o verbo “vir” exige a preposição “de”, que deve ser adicionada ao advérbio “onde”.

Exemplos: Donde vêm essas palavras? (Também é possível utilizar: “De onde vêm essas palavras?)

A cidade donde vim é muito bonita. (ou “A cidade de onde vim é muito bonita.”)

“No qual”, “do qual” ou “em que”?

Recomenda-se a utilização de “no qual”, “do qual” e “em que” quando não for um lugar físico.

Confira o exemplo a seguir:

O partido passou da fase onde só pensava em eleger seus deputados.

Como você pode observar, na frase acima não há referência a lugar físico e, portanto, a melhor opção para a construção da frase seria a seguinte:

O partido passou da fase em que só pensava em eleger seus deputados.

De acordo com os manuais de estilo, o vocábulo “onde” deve ser obrigatoriamente pelas formas relativas “em que”, “no qual” ou “na qual”, quando não se fizer referência a lugar físico.

No qual, do qual

O pronome relativo qual e suas flexões devem ser utilizadas quando o termo vir acompanhado de um artigo. Lembre-se que “no” é junção de “em+o”, portanto, para a utilização desta expressão, a frase deve exigir a preposição “em”.

Desempenham as mesmas funções que o pronome “que”, porém são utilizados nos casos em que é necessário evitar a ambiguidade.

No caso de “do qual”, temos a preposição “de”, e equivale a “cujo”, “de quem”.

Exemplos: Este é o apartamento no qual morei.

Este é o livro do qual estava falando.

Em que

“Em que” pode ser utilizado quando não se trata de lugar físico. Confira os exemplos a seguir:

Nas dúvidas em que caiu.

A direção divulgou nota em que nega as irregularidades denunciadas.

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas). 


Reportar erro