Verbos intransitivos

Os verbos são palavras que exprimem ação, estado, fato ou fenômeno. É a classe de palavras mais rica em flexões, podendo variar em pessoa,…


Os verbos são palavras que exprimem ação, estado, fato ou fenômeno. É a classe de palavras mais rica em flexões, podendo variar em pessoa, número, tempo, modo e voz. Quanto à predicação verbal (o modo pelo qual o verbo forma o predicado), os verbos podem ser classificados em intransitivos, transitivos indiretos, transitivos diretos e transitivos diretos e indiretos.

Neste artigo, abordaremos os verbos intransitivos, que são aqueles que não necessitam de complementação, uma vez que, sozinhos, indicam a ação ou o fato.

Definição de verbos intransitivos

Verbos intransitivos possuem predicação completa, sentido completo, pois não necessitam de outros termos para formar o predicado.

Verbos intransitivos

Foto: Pixabay

Exemplo: “Duda nasceu.” O verbo “nascer” tem sentido completo, não necessitando de complemento para ser entendido. Assim sendo, trata-se de um verbo intransitivo.

Confira outros exemplos a seguir, retirados da “Novíssima Gramática da Língua Portuguesa”, do gramático Domingos Paschoal Cegalla:

-As flores murcharam.
-Os animais correm.
-As folhas caem.

Alguns verbos essencialmente intransitivos: anoitecer, crescer, brilhar, agir, nascer, sair, latir, rir, brincar, suar, adoecer, etc.

Características

Em algumas situações, os verbos intransitivos podem vir acompanhados de algum termo que indica modo, lugar, tempo, etc. Esses termos são denominados adjuntos adverbiais.

Exemplo: “Joaquim morreu dormindo.” Observe que “dormindo” foi a maneira, o modo que Joaquim morreu.

É importante ressaltar que os adjuntos adverbiais não são necessários para o total compreensão do verbo, apenas contribuindo para o seu enriquecimento. Assim sendo eles podem ser retirados da oração sem prejudicar a compreensão.

Confira a seguir outros exemplos de verbos intransitivos com adjuntos adverbiais:

Duda nasceu de manhã. (tempo)
Duda nasceu no hospital. (lugar)

Verbos

Chegar e ir

Verbos que, frequentemente, são acompanhados de adjuntos adverbiais de lugar. Normalmente, são acompanhados também das preposições “a” e “para”, usadas para indicar destino ou direção.

Exemplo: Fui ao cinema. (adjunto adverbial de lugar)

Maria foi para a Inglaterra. (adjunto adverbial de lugar)

O uso de “em” indica tempo ou meio. Confira o exemplo a seguir:

Cheguei a Paris em julho. (adjunto adverbial de tempo)

Assistir

O verbo “assistir” será intransitivo quando significar “morar”.

Exemplo: Assisto em São João del-Rei desde que nasci.

Custar

“Custar” será intransitivo apenas quando significar “ter preço”.

Exemplo: Este celular custou R$1.000,00.

Morar, situar-se e residir

Estes verbos são sempre intransitivos.

Confira os exemplos a seguir:

-Moro em João Pessoa.
-Resido na Cidade Jardim.
-Minha residência situa-se na Av. das Comunicações. 

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).


Informar erro