,

Formas nominais do verbo

O verbo é uma das classes gramaticais que sofre mais flexões, ele possui também 3 formas nominais. Descubra aqui quais são

O verbo é a palavra que exprime ação, estado, fato ou fenômeno. É a classe gramatical que mais sofre flexões, podendo variar em número, pessoa, modo, tempo e voz.

Neste artigo, abordaremos as formas nominais do verbo, que enunciam simplesmente um fato, de maneira imprecisa, impessoal, indicando quando um verbo se comporta de maneira similar a um substantivo, adjetivo ou advérbio.

São formas nominais do verbo: o infinitivo, o gerúndio e o particípio.

Infinitivo

O infinitivo representa o verbo em sua forma original, indicando a ação propriamente dita, sem situá-la no tempo, sem nenhuma conjugação.

Formas nominais do verbo

Foto: depositphotos

Confira os exemplos a seguir:

  • Primeira conjugação – os verbos terminam em “ar”. Exemplos: amar, gostar, cantar, brincar etc.
  • Segunda conjugação – os verbos terminam em “er”. Exemplos: beber, comer, ler, escrever, viver, correr etc.
  • Terceira conjugação – os verbos terminam em “ir”. Exemplos: sorrir, partir, insistir, sentir, agir etc.

O infinitivo pode ser pessoal ou impessoal.

Infinitivo pessoal – ocorre quando existe um sujeito envolvido na ação. Confira o exemplo a seguir:

Para sermos bem-sucedidos, é preciso acreditar no próprio potencial. (Sujeito: nós)

Infinitivo impessoal – ocorre quando não existe sujeito. Confira o exemplo a seguir:

 “Ser ou não ser, eis a questão.” (Shakespeare)

Gerúndio

O gerúndio ocorre quando se quer indicar a continuidade de uma ação verbal, e costuma ser reconhecido pela terminação –ndo. Geralmente, essa  forma nominal do verbo conhecida vem acompanhada de um verbo auxiliar.

Veja os exemplos a seguir:

-Estou pensando em viajar para Belo Horizonte no próximo fim de semana.
-Joana estava correndo no parque quando reencontrou um amigo.
-Estou amando aprender um novo idioma!

Particípio

O particípio indica uma ação já finalizada, adquirindo uma função parecida com a de um adjetivo ou advérbio. Aparece nas locuções verbais, nos tempos compostos e nas orações reduzidas, geralmente com as terminações “ado” e “ido”.

Confira os exemplos a seguir:

-Tenho comprado muitos livros.
-Ele já tinha caminhado pela manhã.
-Rafaela tinha partido cedinho.

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).