,

Inflação

Lei da procura e da oferta é apontada por economistas como uma das causas da inflação

A inflação é um fenômeno da economia, e que muitas vezes é comentado nas mídias por conta de seus efeitos no cotidiano das pessoas. No entanto, nem sempre os sujeitos sabem o que esse conceito significa e como ele afeta suas vidas. A inflação, na teoria, não é apenas a subida dos preços dos produtos comercializados aos comprados por um período de tempo, mas sim um processo permanente, ou um aumento generalizado, dos preços que vigoram em uma dada economia.

O que é inflação?

Em alguns momentos da história, há um processo de aumento dos preços dos produtos por motivos variados, e que se refletem nos custos da produção e da comercialização dos bens ofertados aos consumidores. No entanto, esse aumento pode ser momentâneo ou contínuo. Assim, um dado comerciante que vende produtos em seu estabelecimento resolve aumentar o preço de um dos seus produtos, como o pão, por exemplo.

Esse acontecimento não possui necessariamente uma relação com a inflação, podendo ser um caso isolado no qual ele aumenta o preço do seu produto porque considera que deve valorizar sua produção, ou porque acrescentou um ingrediente mais caro ao processo produtivo, ou mesmo porque a procura pelo pão aumentou e ele sentiu-se motivado a cobrar mais pelo seu trabalho. Esse ocorrido é diferente da inflação.

A inflação deve ser entendida como um processo, e não um acontecimento isolado

Lei da procura e da oferta é uma das causas da inflação (Foto: depositphotos)

A inflação deve ser entendida como um processo, e não um acontecimento isolado do contexto, no qual há um fenômeno de aumento contínuo e generalizado dos níveis dos preços. Ou seja, não é um momento no qual há uma elevação do preço de um dado produto, nem tampouco um acontecimento que se estabelece apenas em um local, mas sim um fenômeno complexo que abrange o sistema produtivo, alterando os preços da grande maioria dos bens e serviços.

Exemplo de inflação

Um exemplo fácil de se notar na prática a inflação é o aumento dos preços de produção dos combustíveis, o que ocasiona também aumento nos custos que são repassados ao consumidor quando abastece seus veículos, e que vai repercutir nos demais setores da sociedade, tornando vários outros produtos mais caros para o consumidor.

IPC

Existe um indicador importante, que é o Índice de Preços ao Consumidor (IPC), o qual é obtido através da Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), sendo realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

As pesquisas são analisadas segundo um conjunto fixo de bens e serviços, sendo analisados aspectos como alimentação, habitação, vestuário, saúde e cuidados pessoais, educação, leitura e recreação, transportes, despesas diversas e comunicação, segundo o Instituto Brasileiro de Economia. O IPC é um dado muito importante na economia, pois se ocupa de uma avaliação do poder de compra do consumidor, ou seja, se reflete diretamente na vida da população.

Causas e tipos de inflação

O fenômeno da inflação pode ter variadas causas, mas uma das mais defendidas pelos pesquisadores é a lei da procura e da oferta. Neste caso, quando um serviço ou produto é muito procurado pelos consumidores, há uma tendência de elevação de seu preço. Com essa medida do capital há uma estimulo à redução de pessoas que irão procurar o produto ou serviço em questão, de modo que os consumidores sejam atendidos, sem que o produto falte no mercado.

No entanto, isso nem sempre ocorre. Alguns produtos são muito requisitados, mesmo seu preço estando alto em relação ao poder de consumo dos consumidores. Quando há uma escassez de um dado produto ou serviço no mercado, há também um processo de valorização monetária deste, pois há um estoque limitado para atender aos consumidores, de modo que quem quiser o produto, deverá arcar com seu custo.

Tipos de inflação

Existem basicamente dois tipos de causas para inflação, sendo eles: inflação pela procura e inflação pelos custos.

Inflação pela procura

A inflação pela procura é ocasionada por variados motivos, como o aumento da oferta de moeda no mercado, o aumento dos gastos públicos e ainda as pressões no processo de procura de mercadorias. Quando há um aumento da quantidade de moeda em circulação, há também um processo de intensificação dos gastos por parte da população. A desvalorização da moeda local e a redução das taxas de impostos também são fatores associados à inflação, enquanto processo econômico.

Inflação pelos custos

Já a inflação pelos custos é originada pela diminuição da oferta de um dado produto ou serviço, geralmente ocasionada pela elevação dos custos na própria produção, os quais são repassados ao consumidor final.

Quais as consequências da inflação?

Sendo um processo da economia, a inflação produz efeitos em toda sociedade, os quais se mostram, em um primeiro momento, bastante negativos. Dentre os problemas causados pela inflação estão a redução do valor real da moeda, fenômeno que ocasiona um temor acerca dos investimentos possíveis, já que o indivíduo pode ter percas diante do “enfraquecimento” da moeda.

Os preços dos produtos possuem uma variação muito grande em períodos de inflação, ao exemplo do ocorrido no final da década de 1980 e começo de 1990 no Brasil, quando por conta da inflação os preços dos produtos eram reconfigurados quase diariamente, quando não mais de uma vez por dia. Assim, havia um descontrole no orçamento financeiro das famílias.

Inflação x salários

Em tempos de inflação surge um problema quanto aos salários também, pois quando estes são reajustados pelo empregador, há uma possibilidade de serem considerados como aumentos reais, acrescendo também a taxação de impostos sobre estes.

Assim, o funcionário pode até receber um pouco a mais, mas os custos das mercadorias também sofreram elevação, e quando a taxação aumenta, consequentemente o trabalhador irá sair no prejuízo. A variação dos preços também ocasiona problemas em compra e venda de bens, já que um imóvel, por exemplo, pode ser vendido por um dado valor. Porém, quando o vendedor vai comprar outro imóvel com o valor que recebeu, os custos dos imóveis podem ter sofrido variação, e ficado mais altos.

Curiosidade

O Banco Central do Brasil possui em seu site uma calculadora para efetuar contas acerca da inflação, a qual pode ser acessada no link: https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/corrigirPorIndice.do?method=corrigirPorIndice

No link a seguir podem ser acessadas informações sobre a inflação no Brasil, acompanhando sua evolução, especialmente quanto ao Índice de Preços ao Consumidor (IPC): http://pt.global-rates.com/estatisticas-economicas/inflacao/indice-de-precos-ao-consumidor/ipc/brasil.aspx

Referências

» A INFLAÇÃO E SUAS EXPLICAÇÕES. Unijui. Disponível em: <http://www2.unijui.edu.br/~castoldi/nutri/Texto_9.pdf>. Acesso em 02 ago. 2017.

» BANCO DE CABO VERDE. O que é a inflação – caderno nº 7. Disponível em: <http://www.bi.cv/upl/%7B3699e14a-0504-4d05-b557-2a66cc283160%7D.pdf>. Acesso em 02 ago. 2017.

» INSTITUTO BRASILEIRO DE ECONOMIA. IPC. Disponível em: <http://portalibre.fgv.br/main.jsp?lumChannelId=402880811D8E34B9011D92B7350710C7>. Acesso em 02 ago. 2017.

Sobre o autor

Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e Mestre em Geografia (Unioeste)