,

O que é e como aprender tâmil

Existem dois tipos do idioma: tâmil bramânico e o não bramânico

O Sul da Ásia é umas regiões que mais atraem turistas ao continente. Lá estão países como Sri Lanka, Myanmar, Malásia, Indonésia, Vietname e Singapura. Em comum, além das belezas naturais, religião, costumes e algumas tradições, está o idioma falado é chamado de tâmil. Essa língua é oficial do estado de Tamil Nadu, desses outros países citados anteriormente, e também em algumas regiões do sul e leste da África.

Atualmente, o tâmil é falado de duas formas muito parecidas, a depender da comunidade que o utiliza. É o tâmil bramânico e o não bramânico. Ele é escrito por meio de um alfabeto próprio que leva o seu nome, entretanto algumas minorias ainda utilizam o alfabeto árabe e já utilizaram dois outros como o grantha e o vattelluttu.

A história do tâmil nasceu por volta do século III a.C., na foz do Rio Godavari. Sua origem vem de uma língua raiz chamada protodravídica que utilizava um modo de escrita chamado brahmi. Os achados dessa época vêm de inscrições em cerâmica e cavernas.

O Tâmil é o idioma oficial do Sul da Ásia

Existem dois tipos do idioma: tâmil bramânico e o não bramânico (Foto: depositphotos)

A história do idioma Tâmil

O primeiro texto longo encontrado na língua tâmil é o Tolkapiyyam. Ele é considerado um dos mais antigos estudos gramaticais. Alguns poemas dos séculos I e V também foram encontrados. O alfabeto utilizado era o vattelluttu, mas a partir do século VI passou a ser empregado o brahmi e logo em seguida o grantha, e por fim, o alfabeto pallava, que foi implantado pela dinastia com o mesmo nome.

Veja também: Aprenda outros idiomas usando aplicativos de celular

No século VIII, o tâmil passa a ser amplamente escrito nos alfabetos pallava e ainda no vattelluttu. A gramática passa a ser baseada em Nannul. Desta forma, ela permaneceu até XIV, quando Sri Lanka e Tamil Nadu transformaram a língua tâmil para a forma moderna, tal qual conhecemos hoje.

Com o passar dos anos, o tâmil ganhou uma fonética mais clara e uma linguagem mais coloquial. Até o século XX, um dos alfabetos mais antigos, o grantha, ainda era utilizado. Mas foi aos poucos substituído pelo alfabeto tâmil oficial.

Tâmil, um dos idiomas mais antigos

Os estudiosos acreditam que o tâmil é uma das línguas vivas mais antigas do mundo. A palavra tâmil significa ‘sua própria língua’, mas alguns pesquisadores dizem o nome dessa língua quer dizer ‘som doce’ ou ‘doçura’.

Veja tambémComo estudar inglês pelo celular?

A Índia é muito diversa quanto ao uso de línguas. Oficialmente, são 22. Entretanto, há centenas de outras línguas faladas. Santali, hindi, malaiala, concani, gujaráti, marathi, sindhi, urdu, caxemíri, nepali, canará, dogri, panjabi, sânscrito, bodo, manipuri, assamês, oriá, télugo, bengali, meitei e tâmil.

E você, já conhece a Índia ou tem vontade de conhecer? O que mais te fascina nessa região do mundo?