,

Qual a diferença e como usar os sufixos ‘são’, ‘ssão’ e ‘ção’

Os sufixos são elementos que, ao serem acrescentados a um radical, formam uma nova palavra

As dúvidas de ortografia são extremamente comuns entre os falantes e estudiosos da língua portuguesa, principalmente quando o som das palavras é parecido ou até igual. Esse é o caso dos vocábulos escritos com “são”, “ssão” e “ção”. É bastante provável que você já tenha se questionado se determinado termo deve ser escrito com “s”, “ss” ou “ç”, não é mesmo?

Neste artigo, abordaremos o emprego correto dos sufixos “-são”, “-ssão” e “-ção”.

Sufixos

Os sufixos são elementos que, ao serem acrescentados a um radical, formam uma nova palavra. De acordo com o gramático Cegalla, ao mesmo tempo que alteram a significação do vocábulo originário, os sufixos podem ainda mudar-lhe a classe gramatical, o gênero ou o grau.

Qual a diferença e como usar os sufixos 'são', 'ssão' e 'ção'

Foto: depositphotos

Na língua portuguesa, podemos encontrar diversos sufixos que, por exemplo, formam substantivos com ideia de agrupamento; são aumentativos ou diminutivos; formam substantivos significando ação; denotam profissão, entre outros casos.

Embora a gramática normativa da língua portuguesa exponha muitas regras, os usuários da língua ainda terão dúvidas quanto à grafia e/ou uso de determinado termo, visto que é humanamente impossível decorar todas as regrinhas e exceções que estão nos livros. Qual é a saída, então? Além de estudar com uma boa gramática, o estudante deve ler mais, tendo mais contato com a escrita correta da palavra, o que poderá ajudá-lo na “memória fotográfica”. Após lermos a mesma palavra várias vezes, é comum que assimilemos a sua escrita correta.

Quando usar “-são”?

De acordo com a gramática normativa da língua portuguesa, devemos usar o sufixo “-são” em todos os substantivos derivados de verbos terminados em -ENDER, -VERTER e -PELIR.

Observe atentamente os exemplos a seguir:

Pretender = Pretensão
Expelir = Expulsão
Tender = Tensão
Ascender = Ascensão
Subverter = Subversão
Repelir = Repulsão
Converter = Conversão
Compreender = Compreensão
Apreender = Apreensão
Impelir = Impulsão

Quando usar “-ssão?”

O sufixo “-ssão” deve ser utilizado em todos os substantivos derivados de verbos terminados em -GREDIR, -MITIR e -CEDER.

Confira os exemplos a seguir:

Agredir = Agressão
Admitir = Admissão
Conceder = Concessão
Transgredir = Transgressão
Omitir = Omissão
Demitir = Demissão
Permitir = Permissão
Ceder = Cessão
Regredir = Regressão
Progredir = Progressão
Suceder = Sucessão

Quando usar “-ção”?

O sufixo “-ção” deve ser usado para substantivos derivados dos verbos -TER e -TORCER.

Veja estes exemplos:

Deter = Detenção
Ater = Atenção
Reter = Retenção
Distorcer = Distorção
Contorcer = Contorção
Torcer = Torção
Abster = Abstenção
Obter = Obtenção

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).