,

Vogal temática

Entenda o que são vogais temáticas nominais e verbais, estudados na gramática portuguesa, e aprenda a identificá-los em uma oração

As palavras são formadas por elementos ou unidades mínimas de caráter significativo, que recebem o nome de elementos mórficos ou morfemas. Os elementos mórficos formadores das palavras são: raiz, radical, tema, afixos (prefixos, sufixos), desinências (nominais e verbais), vogal temática e vogal ou consoante de ligação. Neste artigo, abordaremos a vogal temática.

O que é vogal temática?

A vogal temática liga o radical (parte da palavra responsável por sua significação principal) às desinências (elementos que indicam as flexões das palavras), constituindo o tema. No nosso idioma, os verbos e os substantivos possuem vogais temáticas.

A vogal temática é, portanto, um morfema gramatical que tem como principal função preparar o radical para receber as desinências. Pode ser usada nos nomes (-a, -o, -e), como em “menina” e “garoto”; ou ainda nos verbos (-ar, -er-, -ir), como em “andar”, “correr” e “sumir”.

Vogal temática

Foto: depositphotos

Vogal temática verbal

A vogal temática verbal desdobra-se em três tipos:

  • Vogal “a” para os verbos da 1ª conjugação, que têm terminação em –ar. Exemplos: amar, admirar, acordar, lembrar, brincar, jogar etc.;
  • Vogal “e” para os verbos da 2ª conjugação, que têm terminação em –er. Exemplos: saber, correr, rever, comer, receber etc.;
  • Vogal “i” para os verbos da 3ª conjugação, que têm terminação em –ir. Exemplos: assistir, cair, sorrir, ouvir, dividir etc.

Vogal temática nominal

As vogais temáticas nominais se ligam ao nome. São três: a, e, o, quando átonas (pronunciadas de maneira mais fraca) e no final da palavra.  Exemplos: folha, ponte, bolo.

Nesse caso, a vogal temática indica o gênero gramatical (feminino ou masculino) do substantivo.

  • Vogal “a” para os substantivos terminados em “a”: casa, mala, escola, cadeira, sala etc.
  • Vogal “o” para os substantivos terminados em “o”: livro, carro, fogo etc.
  • Vogal “e” para os substantivos terminados em “e”: sorte, sabonete, alface etc.

Atenção! Palavras terminadas em vogais tônicas (pronunciadas de maneira mais forte) não apresentam vogal temática. Alguns exemplos são: Pará, chulé, pé, sofá, cipó etc.

 

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).