Enem PPL: 78% dos inscritos objetivam certificado do ensino médio

Farão as provas 54.358 inscritos, dos quais 78% (42,5 mil) tentarão a certificação do ensino médio


Pessoas privadas de liberdade (PPL) e jovens sob medida socioeducativa participarão, na terça-feira (13) e quarta (14), do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 1,2 mil unidades indicadas pelos órgãos prisionais e socioeducativos de cada unidade da Federação. Farão as provas 54.358 inscritos, dos quais 78% (42,5 mil) tentarão a certificação do ensino médio.

A maioria dos inscritos (58%) está na região Sudeste. O Sul tem 17%; Nordeste, 12%; Centro-Oeste, 7%, e Norte, 6%.

Os participantes dessa etapa do exame foram inscritos pelas instituições que firmaram termo de adesão, responsabilidades e compromissos com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão vinculado ao Ministério Educação responsável pela organização do exame.

Enem será aplicado para 54,3 mil pessoas privadas de liberdade

Foto: Reprodução/ GoiasAgora.go.gov.br

Os responsáveis pedagógicos das instituições de administração prisional e socioeducativa terão acesso aos resultados e serão encarregados de divulgar, aos inscritos, as informações relativas às provas, bem como encaminhar os candidatos ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e a outros programas de acesso à educação superior.

No primeiro dia, os candidatos farão as provas de ciências humanas e suas tecnologias (história, geografia, filosofia e sociologia) e de ciências da natureza e suas tecnologias (química, física e biologia), com duração total de 4 horas e 30 minutos. No segundo dia, serão avaliados os conhecimentos em linguagens, códigos e suas tecnologias (língua portuguesa, literatura, língua estrangeira — inglês ou espanhol —, artes, educação física e tecnologias da informação e comunicação), redação e matemática, com duração total de 5 horas e 30 minutos. Do ponto de vista das questões, as provas são equivalentes, de forma a garantir a isonomia do exame.

*Do Portal do MEC
Com adaptações


Informar erro