Enem terá segunda aplicação em 418 locais de 165 municípios

Reaplicação será feita aos inscritos que não puderam realizar as provas na data regular por causa das ocupações


A segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2016 será realizada em 418 locais de prova de 165 municípios. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão vinculado ao MEC responsável pelo exame, liberou na terça-feira (22) a consulta on-line aos cartões de confirmação para os 277.624 mil inscritos, que vão fazer as provas nos dias 3 e 4 de dezembro próximo.

Desta vez, o exame será realizado em 23 unidades da Federação, conforme a tabela. Os estados com o maior número de locais de prova são Minas Gerais (83), Paraná (80), Bahia (63) e Espírito Santo (24).

Veja o número de locais e municípios por estado

Enem terá segunda aplicação em 418 locais de 165 municípios

Imagem: Divulgação/MEC

Reaplicação custará R$ 10,5 milhões

A segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2016, que ocorrerá nos dias 3 e 4 de dezembro, gerou o custo de R$ 10.512.564,33 ao governo federal.

Os cálculos do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) incluem os gastos com impressão, aplicação, correção e distribuição das provas e materiais administrativos.

A reaplicação da avaliação será feita aos inscritos que não puderam realizar as provas na data regular, em 5 e 6 de novembro, por causa das ocupações de escolas de educação básica e instituições de ensino superior em vários estados brasileiros. Diante disso, a realização do Exame ficou inviabilizada para aproximadamente 3% dos inscritos, uma vez que essas mobilizações comprometiam a segurança necessária aos participantes e às provas em si.

Outras contingências prejudicaram residualmente a participação de alguns inscritos, os quais também poderão fazer as provas na segunda aplicação. Entre esses casos estão, principalmente, problemas de infraestrutura, como interrupção temporária do fornecimento de energia elétrica.

*Do portais Brasil e do MEC
Com adaptações


Reportar erro