Evite erros no Enem: Entenda a diferença entre resenha crítica e resumo

Não é difícil alguns estudantes confundirem na hora de distinguir uma resenha crítica de um resumo. Saiba as principais características de cada um


Com as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) aí “batendo na porta”, é bom já ir se preparando e aproveitando o tempo de estudo para tirar dúvidas. Não é difícil alguns estudantes confundirem na hora de distinguir uma resenha crítica de um resumo. Para que isso não aconteça, preste atenção no detalhamento das duas formas de proceder com os textos.

Em primeiro lugar, é bom entender o sentido literal de resenha crítica e resumo. A resenha é elaborada a partir de um livro, texto ou documento, levando em consideração a comparação com outro assunto ou avaliação crítica. O autor da resenha deve filtrar apenas os aspectos pertinentes do texto. Ela pode ser puramente descritiva, sem qualquer julgamento ou apreciação; ou crítica, pontuada de observações, notas e correlações estabelecidas pelo juízo crítico de quem a elaborou.

A resenha crítica é composta de informações gerais sobre o texto, tais como: nome do autor, editora, data de publicação e quantidade de páginas; conteúdo da obra, com apresentação resumida dos pontos principais e estrutura textual relativamente livre. A linguagem deve ser tratada de forma clara e objetiva e o verbo deve vir, na grande maioria, conjugado no presente do indicativo.

Imagem de mão escrevendo em papel

Foto: Depositphotos

Já o resumo apresenta características bem mais práticas e sucintas, se comparadas a resenha crítica. Ele sintetiza o conteúdo de um livro ou documento, levando em consideração a ideia principal do autor, com quantidade de palavras resumidas. Para facilitar o entendimento e o direcionamento do resumo, ele foi subdividido em três: crítico, também chamado de resenha; indicativo, que ressalta os pontos principais de forma objetiva e informativo, considerado o mais completo deles, abordando metodologia, resultados e conclusões.

Mais detalhes da resenha crítica

Como a resenha parte do pressuposto de ser uma descrição minuciosa que compreende certo número de fatos, é bom atentar para alguns detalhes na hora da construção. No ato da elaboração de uma resenha crítica, opte por fazer um texto corrido, não muito longo, fluido e com as opiniões pessoais dialogando com as do autor. Situe o texto no contexto da vida e da obra do autor, explique as posturas adotadas por ele e faça uma correlação com suas ideias relacionadas a mesma temática.

O resumo também tem lá suas particularidades

Para que seja construído um bom texto é necessário compreender antes o conteúdo global do texto. Não é possível ir resumindo a medida em que se vai fazendo a primeira leitura. Resumir é apresentar com as próprias palavras os pontos relevantes de um texto, não copiando frases de efeito do texto original. Quando isso acontece, fica claro a não compreensão do mesmo. Então, três elementos principais são levados em consideração: manter a ideia principal de cada parte dele, progressão que elas as ideias se sucedem e a correlação com cada uma das partes.


Reportar erro