O que é computação em nuvem?

Computação em nuvem é uma tecnologia que permite o acesso a serviços on-line sem a necessidade de instalar programas. Saiba mais sobre este conceito


Computação em nuvem (do inglês cloud computing) é um conceito que faz referência a uma tecnologia que permite o acesso a programas, arquivos e serviços por meio da internet, sem a necessidade de instalação de programas ou armazenamento de dados – daí vem a alusão a “nuvem”.

Com isso, os serviços podem ser acessados de maneira remota, de qualquer lugar do mundo e a qualquer hora.

O conceito de computação em nuvem

Computação em nuvem é a possibilidade de acessar arquivos e executar diferentes tarefas pela internet, sem a necessidade de instalar aplicativos no computador. O armazenamento de dados é feito em serviços on-line, em uma rede. Dessa maneira, para realizarmos determinada tarefa, bastaria nos conectarmos ao serviço on-line, desfrutar suas ferramentas, salvar o trabalho e depois acessá-lo de qualquer outro lugar.

 

O que é computação em nuvem?

Foto: Reprodução/ internet

A partir de qualquer computador e em qualquer lugar, podemos acessar informações, arquivos e programas num sistema único. Com a computação em nuvem, os seus dados não estão salvos em um disco rígido do seu computador, mas sim disponíveis na web. O requisito mínimo deste conceito é um computador conectado à internet.

Dentre os principais fornecedores deste tipo de tecnologia estão a Microsoft, Salesforce, Slytap, HP, IBM, Google e Amazon. Um dos melhores exemplos de computação em nuvens é o Dropbox, um serviço de sincronização de arquivos. Com este mecanismo, você só precisa reservar um espaço do disco rígido, que será usado para a sincronia nas nuvens. Quando você copia ou move um arquivo neste espaço, ele será duplicado no servidor do aplicativo.

Outro exemplo desta tecnologia é o Google Docs, serviço em que você pode criar documentos e armazená-los on-line.

Vantagens e desvantagens

Dentre as muitas vantagens proporcionadas pela computação em nuvem está o fato de não precisarmos de uma máquina potente, já que todas as tarefas são executadas em servidores remotos. Outros benefícios são a agilidade e a praticidade: com a computação em nuvem, existe a possibilidade de acessar dados, arquivos e aplicativos a partir de qualquer lugar e por diferentes aparelhos, como laptops, PDAs e celulares, bastando para isto uma conexão com a internet. Este conceito permite o compartilhamento de recursos por um grande número de usuários e com serviços fáceis de usar.

No entanto, a computação em nuvem também possui as suas desvantagens. Uma delas diz respeito à segurança dos dados. Muitas pessoas desconfiam e não se sentem à vontade com informações importantes em um ambiente virtual, até porque os “hackers” podem invadir os serviços e roubar os dados. Para evitar este tipo de problema, as empresas fornecedoras da computação investem bastante em segurança e nos “antivírus em nuvem”.

Outro fator importante é ter uma conexão estável e rápida para aproveitar melhor a tecnologia, já que existe a necessidade de acessar servidores remotos.


Reportar erro