O que leva a uma nota zero na redação do Enem

Na prova de redação do Enem, a nota vai de zero a mil pontos. Conheça as sete razões que levam a uma nota zero na redação desse exame


Na prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a nota vai de 0 (zero) a 1.000 (mil) pontos, concedidos de acordo com os princípios definidos no edital. Cada examinador conferirá uma nota entre 0 (zero) e 200 (duzentos) pontos para cada uma das cinco competências.

Dos 6,2 milhões de estudantes que prestaram o Enem no ano de 2014, 529 mil (8,5%) zeraram a prova de redação, e apenas 250 conseguiram a nota máxima. Zerar na redação do Enem pode deixar o candidato fora da disputa de uma vaga nas universidades públicas e da contratação de financiamento estudantil.

Motivos que levam a uma nota zero na redação do Enem

De acordo com o Guia das Redação do Enem, elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep), existem sete razões que levam a uma nota zera na redação do Enem. Confira a seguir:

1) Fuga total ao tema

Escrever uma redação dentro do tema proposto no exame é condição obrigatória e abordar um assunto diferente (fugir ao tema) leva a uma nota zero.

2) Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa

O Enem pede um estilo específico de redação, denominado dissertativo-argumentativo. Para redigir o seu texto, o candidato deve seguir uma estrutura que inicia com a proposição de uma tese, inclui argumentos para apoiar a defesa da tese e finaliza com uma proposta de intervenção social para solucionar o problema apresentado durante o texto.

As redações que não obedecem ao tipo de redação solicitado recebem automaticamente a nota zero dos corretores.

O que leva a uma nota zero na redação do Enem

Foto: Agência Brasil/ arquivo

3) Não atingir o número mínimo de linhas

A redação do Enem deve ter o mínimo de oito e o máximo de 30 linhas (número ideal). Os textos que apresentam sete linhas ou menos recebem nota zero. Vale ressaltar que trechos copiados dos textos motivadores ou de outras questões do exame são desconsiderados na contagem de linhas.

4) Usar desenhos, impropérios e outras formas propositais de anulação

Os candidatos que desenham, escrevem palavrões e xingamentos ou incluem textos que não tenham conexão com o tema também recebem nota zero na redação do Enem.

5) Desrespeito aos direitos humanos

Respeitar os direitos humanos é requisito obrigatório na elaboração da redação do Enem. Sendo assim, a escrita de mensagens de ódio, racismo, preconceito de qualquer tipo e outras formas de desrespeito aos direitos humanos resultam em nota zero na redação do Enem.

6) Folha de redação em branco

Mesmo que o candidato tenha escrito na folha de rascunho, ele receberá nota zero se entregar a folha de redação em branco. Por isto, é muito importante ficar atento ao tempo e passar o texto a limpa para a folha apropriada.

7) Não demonstrar as cinco competências avaliadas

Cada uma das cinco competências avaliadas na redação do Enem valem de 0 a 200 pontos. São elas:

  1. Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa
  2. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo em prosa.
  3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
  4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
  5. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

*Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas)


Reportar erro