Os cuidados para não zerar a nota da redação do Enem

O Guia do Participante do Enem é bastante claro em relação ao que pode anular uma prova. O aluno deve observar os quesitos com atenção


A nota da prova de redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) irá de 0 (zero) a 1000 (mil) pontos, atribuídos de acordo com os princípios definidos no edital.

Zerar a redação da mais importante prova nacional deixará o candidato de fora da disputa por uma vaga nas instituições de ensino superior de todo o país e, por isto, o candidato deve prestar muita atenção aos critérios exigidos na hora de redigir o seu texto dissertativo-argumentativo.

Cuidados para não zerar a redação do Enem

De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), mais de 53 mil candidatos que realizaram o Enem 2015 zeraram a nota da redação, e apenas 104 estudantes conseguiram a nota máxima.

Os cuidados para não zerar a nota da redação do Enem

Foto: depositphotos

Escrever a lápis, fuga total ao tema e não obediência à estrutura pedida na prova são alguns dos motivos que levam à nota zero na redação do exame nacional.

O Guia do Participante é bastante claro em relação ao que pode anular uma prova e o aluno deve observar os quesitos com muita atenção. Confira a seguir quais são os cuidados que os estudantes devem ter para não receber nota zero na redação:

1) Siga o tema proposto

Redigir um texto dentro do tema proposto no exame é condição obrigatória. Caso o estudante aborde um assunto diferente, ou seja, fugir ao tema, terá a sua redação anulada.

O candidato deve saber que a compreensão da proposta de redação é uma das competências exigidas pelo Enem.

2) Obedeça à estrutura dissertativo-argumentativa

O Enem exige um estilo específico de redação, denominado dissertativo-argumentativo. Desta maneira, o candidato deve seguir uma estrutura que inicia com a proposição de uma tese, inclui argumentos para apoiar a defesa da tese e finaliza com uma proposta de intervenção social, com o objetivo de solucionar a problemática apresentada durante o texto.

As redações que não atendem ao tipo de redação solicitado automaticamente recebem a nota zero dos corretores.

3) Atente-se à quantidade de linhas

A redação do Enem deve ter o mínimo de 8 linhas e o máximo de 30 linhas (número ideal). Os textos que apresentam 7 linhas ou menos são anulados.

4) Não use formas propositais de anulação

Algumas atitudes, tais como desenhar na folha de redação e escrever xingamentos, também anulam a redação do Enem.

5) Respeite os direitos humanos

Respeitar os direitos humanos é um dos requisitos obrigatórios da redação do Enem. Assim sendo, a escrita de mensagem de ódio, racismo, preconceito de qualquer tipo e outras formas de desrespeito aos direitos humanos também resultam em nota zero na redação do exame nacional.

6) Passe a redação a limpo na folha apropriada

Mesmo que o candidato tenha escrito na folha de rascunho, ele receberá nota zero se entregar a folha de redação em branco. Por isto, o candidato deve ficar atento ao tempo e passar a redação a limpo na folha apropriada.

7) Demonstre o domínio das cinco competências avaliadas

Cada uma das cinco competências é avaliada pelos corretores, que devem atribuir notas de 0 a 200 pontos. São elas:

  1. Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa;
  2. Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo- argumentativo em prosa;
  3. Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
  4. Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
  5. Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

 

* Débora Silva é graduada em Letras (Licenciatura em Língua Portuguesa e suas Literaturas).


Reportar erro