Biografia da ministra do STF Rosa Weber

A ministra, em 2011, foi indicada para o Supremo Tribunal Federal para ocupar a vaga da ministra Ellen Gracie Northfleet

Rosa Maria Weber Candiota da Rosa é atual ministra do Supremo Tribunal Federal, o STF. Ela é a terceira mulher a integrar a Suprema Corte. Conheça algumas informações relevantes sobre a biografia da magistrada.

Vida pessoal de Rosa Weber

Rosa Weber nasceu em Porto Alegre, 2 de outubro de 1948. Filha de José Júlio Martins Weber e Zilah Bastos Pires. É casada com o procurador aposentado Telmo Candiota da Rosa Filho e tem dois filhos.

Vida acadêmica

A ministra é bacharel em Direito na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Ela foi professora da Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Biografia da ministra do STF Rosa Weber

Foto: Reprodução/Agência Brasil

Vida profissional

Em 1976 iniciou na magistratura como juíza do trabalho. Entre 2001 e 2013 tornou-se presidente do TRT da 4ª região. Em 2005, foi indicada para ser ministra do Tribunal Superior do Trabalho. Em 2011 foi indicada para o Supremo Tribunal Federal para ocupar a vaga da ministra Ellen Gracie Northfleet.

Condecorações

De acordo com o site oficial do STF, a ministra Rosa Weber já recebeu diversas homenagens e honrarias, entre elas: Medalha e Diploma alusivo aos 61 anos da instalação da Justiça do Trabalho; Ordem São José Operário do Mérito Judiciário do Trabalho; Conselho da Ordem do Mérito Judiciário do Tribunal Superior do Trabalho, em 11.8.1998, no grau de Comendador; promovida ao grau de Grande Oficial da mesma Ordem em 13.8.2002; e promovida ao grau Grã-Cruz, ao tomar posse como Ministra do TST; Medalha Conselheiro João Alfredo Corrêa de Oliveira; Medalha da Ordem do Mérito Judiciário pelo Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região; Troféu Mérito SATERGS, pela Sociedade dos Advogados Trabalhistas de Empresas do Rio Grande do Sul; Comenda Ordem do Mérito de Dom Bosco, grau de Grande-Cruz, pelo Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região; Comenda Ordem Anhanguera do Mérito Judiciário do Trabalho, no grau Grande Cruz, pelo Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região; entre outras condecorações.

Contribuições literárias

A terceira mulher a integrar a Suprema Corte, Rosa Weber, participou de duas obras importantes. São elas: 25 anos da Constituição da República de 1988: a constitucionalização do direito do trabalho e a democratização do direito na obra ‘A CONSTITUIÇÃO de 1988 na visão dos ministros do Supremo Tribunal Federal’, de 2013; e A jurisprudência do STF e as comissões parlamentares de inquérito, de 2015.