Significado da bandeira da Eslovênia

Essa bandeira possui as cores “Pan-Eslavas": branco, azul e vermelho

Existem várias formas de representar causas importantes, agrupamentos de pessoas e também os Estados. Os símbolos são ferramentas que auxiliam na caracterização da identidade de um dado local ou situação.

A necessidade de criar uma identidade para algo está relacionada com a preservação da causa, bem como com o fortalecimento dos laços que unem as pessoas ao entorno de uma finalidade comum.

Neste sentido, os países criam estratégias de afirmação de sua identidade, usando para isso vários artifícios, como os símbolos oficiais, na figura de hinos, brasões e bandeiras. Estes elementos podem representar os aspectos físicos de um dado território, mas também podem ser uma forma de relembrar o passado, ou ainda, podem prezar pela exposição de preceitos ideológicos ou religiosos.

As bandeiras são, em muitos casos, menosprezadas nos estudos sobre os locais do mundo, no entanto, elas podem fazer interessantes revelações sobre as condições de um local.

A bandeira da Eslovênia e seu significado

A bandeira utilizada atualmente pela Eslovênia foi adotada no ano de 1991

Os três picos do brasão de armas representa uma das principais famílias do país (Foto: depositphotos)

A bandeira utilizada atualmente pela Eslovênia foi adotada no ano de 1991, sendo que durante o contexto da Guerra Fria foi utilizada a Bandeira da República Socialista da Eslovênia (1944-1991).

Além da bandeira tradicional, a Eslovênia tem também a Bandeira Marítima, nas cores azul, amarela e branca. A bandeia da Eslovênia é bastante representativa, já que tem elementos de caráter histórico-cultural, mas também físicos. A referida bandeira é composta pelas cores vermelha, azul e branca, as quais são consideradas como cores “Pan-Eslavas”, também utilizadas por diversas outras bandeiras de países com origem comum.

A bandeira é formada por três faixas dispostas horizontalmente, começando na parte inferior pela cor vermelha, estando ao centro o azul e na parte superior o branco. Na porção central ocidental, ou lado esquerdo da bandeira, está o brasão de armas da Eslovênia.

Brasão de armas

O Brasão de armas da Eslovênia, que é símbolo de maior destaque na bandeira do país, é caracterizado por um escudo em cor azul, cujas bordas são vermelhas.

No escudo do brasão está desenhado um monte com três picos, cujo mais alto está no centro, sendo que este monte representa o Triglav – três cabeças, estando acima destes picos três estrelas amarelas de seis pontas. Abaixo do triângulo formado pelo escudo estão linhas em formato de ondas, representando os mares e os rios.

Acredita-se que as estrelas representem simbolicamente os Condes de Celje, os quais foram a família nobre mais importante da Baixa Idade Média no território que hoje corresponde à atual Eslovênia.

Cores

Já as cores da bandeira são utilizadas pelos países de povos eslavos, vermelho, branco e azul, as quais eram cores do Império Russo.

Alguns países que adotam esse padrão de cores são: Croácia, Eslováquia, Eslovênia, República Checa, Rússia, Sérvia, dentre outros territórios. Alguns pesquisadores que afirmam que as cores não denotam especificamente das cores Pan-Eslavas, mas que estas já seriam usadas desde o período medieval.

Semelhança com bandeira da Eslováquia

A bandeira da Eslovênia é muito parecida com a bandeira da Eslováquia, um país localizado na porção central do continente europeu. O padrão de cores entre as bandeiras é o mesmo, inclusive na ordem em que estão dispostas. Há também um brasão de armas em forma de escudo na porção esquerda da bandeira, assim como na da Eslovênia.

Veja também: Significado da bandeira da Eslováquia

A diferença é o símbolo utilizado no brasão. Por essa similaridade, no ano de 2004 os eslovenos pensaram em mudar sua bandeira, para reforçar mais a ideia de soberania e a identidade do país. No entanto, a proposta não foi aceita pela maioria da população, ficando a bandeira como estava anteriormente.

A Eslovênia e suas características

A Eslovênia é muito procurada para o turismo devido a suas paisagens exuberantes

Liubliana, capital da Eslovênia (foto: depositphotos)

A República da Eslovênia, mais conhecida apenas como Eslovênia, é um país de pequenas proporções territoriais localizado no continente europeu, mais especificamente em sua porção Leste. Os limites deste país são com a Áustria ao Norte, a Hungria ao Leste, com a Croácia ao Sul e com a Itália e o mar Adriático ao Oeste.

A Eslovênia fica em um ponto geoestratégico bastante importante, no encontro da região dos Alpes, Alpes Dináricos, a região da planície da Panônia e a região mediterrânica.

A extensão territorial da Eslovênia é de 20.273 km², com uma ampla diversidade de paisagens, as quais se estendem desde florestas, formação calcárias, cavernas de várias dimensões, bem como picos cobertos por neve.

Dos pontos elevados da Eslovênia, um que merece destaque é o Monte Triglav, cujo nome significa “três cabeças”, sendo que esse possui 2.864 metros de altitude, o que é bastante elevado para um país que mantém suas médias de altitude ao entorno dos 550 metros em relação ao nível do mar.

População

A população da Eslovênia ultrapassa os 2.076 milhões de habitantes, os quais são chamados de “eslovenos”. Da população local, estima-se que a maioria seja composta por eslovenos, com cerca de 91%, representativos também são os croatas, com cerca de 3,5%, e ainda, sérvios com uma porcentagem de 2,5% e 3% de outras etnias e nacionalidades.

Quanto ao caráter religioso, há uma predominância com mais de 90% das pessoas seguindo o cristianismo, e apenas uma pequena parcela de islâmicos, menor do que aqueles que se autodenominam como sem religião ou ateus.

A alfabetização da população alcança índices altíssimos, chegando quase aos 100%, o que faz da Eslovênia um país com características de desenvolvimento. O Índice de Desenvolvimento Humano – IDH é considerado como alto na Eslovênia, o que significa que as pessoas possuem uma boa qualidade de vida.

Veja também: União Europeia – História, mapa e países deste bloco econômico

Economia

A Eslovênia sofreu um impacto em sua economia com a separação em relação a Iugoslávia, passando de uma economia planificada para uma economia de mercado, o que ocasionou grandes mudanças na forma de conceber a economia daquele país.

A Eslovênia possui um bom Produto Interno Bruto – PIB, e uma economia que permitiu que o país entrasse para a União Europeia no ano de 2007. No país, destacam-se atividades como a agricultura, a pecuária, a indústria e a pesca, além disso, o turismo tem importante papel no cenário econômico da Eslovênia.

A maior porção das exportações da Eslovênia são destinadas a União Europeia, especialmente a Alemanha, Itália e Áustria. Da mesma forma, as importações da Eslovênia advêm também da União Europeia. Em relação as importações de fora da União Europeia, os produtos vêm principalmente da China e da Turquia.

 

Referências

»VESENTINI, José William. Geografia: o mundo em transição. São Paulo: Ática, 2011.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).