4 importantes dicas para se dar bem na prova de inglês no Enem

A expectativa que envolve a preparação de muitos estudantes para as provas do Enem cresce a cada momento. Ela será realizada nos dias 5 e 6 de novembro


A adrenalina e expectativa que envolve a preparação de muitos estudantes para a realização das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cresce a cada momento. Isso porque a data da prova está se aproximando. Além das disciplinas de exatas, para muitos estudantes a língua estrangeira é um baita desafio.

Para enfrentar tudo isso com a consciência tranquila, muitos estudantes vem montando verdadeiros esquemas de estudo para não deixar passar nenhum assunto na hora da revisão final. Para seguir com o cronograma também na prova de inglês, para os alunos que optaram por ela, professores especializados dão dicas valiosas.

Para os que estão em plena preparação, a coordenadora de inovação pedagógica de uma escola de idiomas, Michelle Perego, e o senior assessment manager de Cambridge English no Brasil, Alberto Costa, indicam qual caminho seguir para conquistar uma boa pontuação na prova de inglês.

 4 importantes dicas para se dar bem na prova de inglês no Enem

Foto: depositphotos

Aprenda a interpretar textos

O principal desafio do teste de língua estrangeira é a interpretação de texto e, para se dar bem nesta prova, o aluno deve se dedicar à leitura. Nesse ponto, vale prestar atenção ao texto, mas isso também não é suficiente quando as provas trazem textos alternativos, como poemas, charges, quadrinhos, notícias e até letras de música.

Para se habituar a todas as possibilidades de modalidade textual, Costa sugere um exercício prévio à prova. “Procure letras de música na internet, entre em sites de notícias internacionais e busque pequenos contos no idioma para ler e, ao final, escreva um resumo sobre o que entendeu da mensagem chave”.

Já Michelle indica uma primeira leitura para identificar a temática base do texto. ‘‘No caso dos quadrinhos e charges, quando estiver com a avaliação em mãos, o aluno deve saber relacionar a ilustração e o texto. Já em poemas e letras de música o desafio pode ser maior, pois muitas vezes o estudante precisará identificar figuras de linguagem, que serão essenciais na interpretação’’.

Gramática sem “decoreba”

Quando o assunto é gramática, Michelle alerta que ela não é cobrada de maneira direta, com questões do tipo: qual é o passado do verbo take? Ela afirma que, mais do que conhecer as regras gramaticais, o exame espera que o estudante saiba aplicá-las, e não apenas decorá-las como tempos atrás.

A sugestão do especialista de Cambridge English, Alberto Costa, para o melhor entendimento sobre o uso de pronomes, sufixos, prefixos, conjunções, verbos, expressões idiomáticas, voz ativa e passiva, discurso direto e indireto, frases condicionais entre outros pontos é praticar escrevendo redações sobre temas que permitam a argumentação e o uso de diferentes tempos de ação.

A prática leva à perfeição

Realizar testes similares aos que serão pedidos no Enem é a melhor forma de ajudar o estudante a se familiarizar com o estilo de prova. Por isso a dica é buscar na internet ou no próprio colégio, questões relacionadas a edições passadas do Enem ou de outros vestibulares.

Vale também buscar sites que fazem simulados ou até mesmo usar as atividades desenvolvidas por centros de certificação internacionais para exames de proficiência.

‘‘O objetivo é fazer com que os nossos alunos pratiquem muito, até que se sintam mais confiantes para lidar com a prova de inglês do Enem’’, acrescenta Michelle Perego.

Tudo em inglês

Para que seu cérebro comece a absorver mais palavras no idioma, a dica é mudar todos seus aparelhos eletrônicos, e-mail, redes sociais etc, para o inglês.

“Passamos grande parte do nosso dia conectados e, ao adotarmos essa simples postura, estaremos expostos por mais tempo ao idioma e em situações cotidianas, que nos ajudam a relacionar as ações ao vocabulário. Com isso, crescem as chances de gravar na memória palavras que tem dificuldade”, finaliza Costa.


Reportar erro