Campo gravitacional

Campo gravitacional é como chamamos a região de perturbação gravitacional que um corpo gera ao seu redor. Dois corpos que possuem massa interagem devido…


Campo gravitacional é como chamamos a região de perturbação gravitacional que um corpo gera ao seu redor. Dois corpos que possuem massa interagem devido ao campo que geram ao seu redor. Em outras palavras, um corpo que possui massa tem sua atração, exercida sobre outros corpos, representada pelo campo vetorial conhecido como campo gravitacional.

Lei da Gravitação Universal

De acordo com a lei da gravitação universal, a força gravitacional que é sentida por um corpo, é diretamente proporcional ao valor de sua massa gravitacional.

Quando colocamos um corpo de massa m na região do corpo gravitacional de um corpo com massa M, temos o resultado representado pela imagem abaixo:

Lei da Gravitação Universal

Foto: Reprodução

Onde a força que a massa M exerce sobre a massa m, tem sua intensidade dada por meio da Lei de Gravitação Universal de Newton, com a mesma intensidade que a força peso. A frase pode ser exemplificada na fórmula abaixo:

gravidade

Onde G é a constante de gravitação universal, no valor de

gravidade

Com essa equação, podemos calcular a intensidade do campo gravitacional de quaisquer corpos em qualquer lugar, no entanto, não será com ela que calcularemos a aceleração da gravidade.

Teoria da Gravitação de Newton

De acordo com a teoria da gravitação de Newton, os corpos se atraem mutuamente devido à sua massa, mesmo que estes não estejam em contato direto. Foi com essa lei e a ideia de ação à distância que Newton conseguiu explicar o funcionamento do mundo.

O conceito de campo, revelado por meio dos estudos dos fenômenos elétricos e magnéticos nos séculos XVIII e XIX, foi muito útil para a análise do universo de fenômenos, aplicado inclusive à gravitação. A gravitação, quando analisada sob o ponto de vista da noção de campo, pode ser exemplificada, para melhor entendimento, com a Terra.

A Terra possui uma massa, e por isso, gera um campo gravitacional representado por um conjunto de linhas denominadas linhas de força do campo gravitacional. Por meio desse campo, qualquer objeto fica sujeito à uma força atrativa:

Teoria da Gravitação de Newton

Foto: Reprodução

As setas demonstradas na figura acima, indicam a direção e o sentido da força que sujeitará quaisquer objetos que sejam colocados nessa região. As linhas, conforme o representado, são semirretas que apontam para o centro da Terra, se aproximando entre si a medida que se aproximam do planeta. O desenho indica ainda a dependência da força com a distância, demonstrando que quando mais próximas estiverem as linhas entre si, maior será o módulo da força à qual um objeto será submetido.

Com a expressão do campo gravitacional g= (G.M)/r², podemos calcular a partir de quaisquer distâncias do centro da Terra. Ela pode ser aplicada para planetas, estrelas e satélites, por exemplo, desde que usemos a massa no cálculo.


Reportar erro