Espelhos parabólicos

Na física, quando estudamos os espelhos, normalmente temos que passar pelos espelhos esféricos. Estes, obtidos a partir da secção transversal de uma esfera hipotética,…


Na física, quando estudamos os espelhos, normalmente temos que passar pelos espelhos esféricos. Estes, obtidos a partir da secção transversal de uma esfera hipotética, precisam apresentar um determinado ângulo para que não sejam originadas as aberrações ópticas que atrapalham na formação das imagens.

Alguns segmentos, no entanto, necessitam de uma precisão muito grande, pois até mesmo as menores distorções podem prejudicar experimentos científicos e medidas. Por isso, para estes fins, são usados os espelhos conhecidos como parabólicos.

Espelhos parabólicos

Foto: Reprodução

O que são?

Já sabemos que os espelhos parabólicos oferecem mais precisão para experimentos científicos e para medidas de alta precisão, mas afinal o que são estes espelhos?

Chamamos de espelhos parabólicos aqueles que possuem a superfície reflexiva formada por um paraboloide de revolução. O nome é este devido ao formato tridimensional, que é o mesmo usado para a fabricação das antenas parabólicas.

Aplicação

Estes espelhos são utilizados normalmente em faróis de carros e embarcações, pois com uma pequena fonte de luz, os raios luminosos refletem-se em um feixe mais concentrado amplificando a intensidade que incide na direção do eixo. Outra aplicação destes espelhos é em geradores de energia que por meio destes aquecem a água e movimentam turbinas geradoras de energia elétrica. Existe ainda o fogão solar que nada mais é do que um espelho parabólico que quando é iluminado pelo sol, concentra os raios em uma panela, aquecendo-a e, consequentemente, preparando os alimentos.

O formato parabólico, por sua vez, como citamos, pode ser usado para a fabricação das antenas parabólicas que refletem as ondas eletromagnéticas do mesmo jeito que o espelho parabólico reflete a luz. Usado na acústica, o formato parabólico concentra o som em microfones, e dentistas utilizam-se destes espelhos para enxergar a região interna da boca, pois além de refletir a imagem da boca, ele reflete e concentra a luz da lanterna no ponto que precisa ser observado.

São usados ainda para a reflexão das ondas de rádio, pois concentram sobre uma antena toda a energia incidente e, dessa forma, permite a recepção de ondas de baixa energia que é proveniente de emissores muito distantes.

Como acontece a reflexão nesse tipo de espelho?

A reflexão em um espelho parabólico acontece por meio da incidência de um raio luminoso paralelo ao eixo de simetria que passa pelo foco. O ponto impróprio, consequentemente, é conjugado sobre o eixo a um ponto sobre o foco.


Reportar erro