América Andina

A América andina se refere a uma porção da América do Sul, onde existe uma elevada cordilheira denominada como “Andes” e que se estende de Norte a Sul pelo subcontinente sul-americano, cortando o território de vários países, como Venezuela, Colômbia, Equador, Peru, Bolívia e também Chile.

Estes países são denominados como países andinos, formando algo que se convencionou chamar de América Andina, a qual possui mais de 5,3 milhões de quilômetros quadrados de extensão.

Além da presença da Cordilheira dos Andes, os países andinos ainda têm em comum também traços humanos e culturais, com base em uma construção histórica marcada pela presença da colonização europeia, principalmente por parte de espanhóis, onde antes havia já o desenvolvimento de uma civilização marcada pelo Império Inca.

Os países andinos hoje são pouco desenvolvidos economicamente, dependendo muito das atividades agrícolas e extrativistas, com uma modesta expansão industrial.

América Andina

A América andina está localizada na América do Sul e corresponde a seis países

A característica dessa região se dá pela elevada cordilheira denominada como “Andes” (Foto: depositphotos)

Como América Andina é denominada a região na qual está localizada a Cordilheira dos Andes, dividindo-se em três grandes regiões segundo preceitos fisiográficos, sendo elas: montanhosa, formada pela Cordilheira dos Andes, onde as altitudes são bastante elevadas e a temperatura é baixa; litorânea, que constitui a faixa de terras que vai da Cordilheira dos Andes até o mar; florestal, onde está disposta a floresta amazônica.

Assim, existe uma variedade de paisagens na região andina. Além disso, destaca-se também a região do chaco boliviano, onde as áreas são alagadas e com baixas altitudes, perpassando o Paraguai e chegando ao Brasil, formando o chamado pantanal.

A América Andina é famosa ainda pela existência do Deserto do Atacama, na porção noroeste do Chile e sul do Peru, onde o clima desértico imprime características peculiares na paisagem.

População andina

A população da América Andina é hoje bastante miscigenada, integrando traços da população ameríndia originária da região, com aspectos do europeu que ocupou as terras andinas e o africano vindo para a região, somando-se a população que posteriormente migrou para a região andina.

Veja também: A Cordilheira dos Andes: curiosidades e como se formou

Os dados sociais da América Andina são bastante preocupantes, já que os países da região são considerados como pouco desenvolvidos, com elevadas taxas de mortalidade infantil e de analfabetismo, o que se reflete na qualidade de vida da população. Os problemas urbanos são também comuns, já que houve um rápido e intenso processo de urbanização, onde as terras, em muitos casos, são ocupadas por latifúndios produtores de monoculturas.

Economia dos países andinos

A economia dos países andinos é basicamente fundada no setor primário, com a exportação de gêneros agrícolas, destacando-se também a pecuária, a mineração, as indústrias e o turismo (Cordilheira dos Andes, Deserto do Atacama, dentre outros pontos). Os países andinos são: Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Chile e Venezuela.

Turismo

Na América Andina estão alguns dos mais importantes pontos turísticos do mundo, como Machu Picchu, também chamada “cidade perdida dos Incas” no Peru. Ainda, o Parque Nacional Torres del Paine no Chile.

Na Bolívia, destaca-se o Salar de Uyuni, o qual é o maior e mais alto deserto de sal do mundo. Na Colômbia, o destaque é o Parque Natural Nacional de Tayrona. O sítio arqueológico de Moray é bastante procurado por turistas no Peru. A montanha de Huayna Picchu no Peru, bem como o Vale Sagrado dos Incas, é bastante requisitada pelos turistas na região dos Andes.

Veja também: Turismo na Cordilheira dos Andes

Destaca-se ainda o Monte Aconcágua na Cordilheira dos Andes, montanha mais alta do mundo fora da Ásia. Dentre estes, muitos outros pontos da América Andina são bastante visitados pelos turistas, e também pesquisadores, tendo-se em vista a riqueza histórica e natural da região.

Machu Picchu é um dos mais importantes pontos turísticos do mundo e fica na América Andina

Machu Picchu, também chamada “cidade perdida dos Incas” fica no Peru (Foto: depositphotos)

Países Andinos

Venezuela: país que tem uma extensão territorial de 916.445 km², banhado pelo mar das Antilhas, também chamado de mar do Caribe, onde estão localizadas várias ilhas. A Venezuela está no extremo norte da América do Sul, e possui uma extensa costa litorânea. Localizam-se na Venezuela o Lago Maracaibo, o qual é rico em petróleo, bem como o Delta do Orenoco, o qual é o rio mais importante do país. Além disso, pela presença das ilhas, a Venezuela é bastante procurada pelos turistas.
Chile: país situado entre a Cordilheira dos Andes e o Oceano Pacífico, com uma extensão de 756.102 km². O Chile possui uma diversidade grande de climas, bem como de vegetações, os quais são originados por fatores como a corrente fria da Humboldt, a latitude e a altitude em que se encontram o país. O Chile possui áreas agrícolas de destaque em sua porção central, com destaque a produção dos famosos vinhos chilenos. É referência também nos recursos minerais, como cobre.
Colômbia: é um país com uma extensão territorial de 1.142.000 km², constituindo-se como o único país da América do Sul que possui duas saídas para o mar, uma em direção ao Atlântico pelo Porto de Cartagena (mar do Caribe), outra em direção ao Pacífico pelo Porto de Buenaventura. A Colômbia destaca-se na produção de gêneros primários como café, esmeraldas, petróleo, carvão, ouro e açúcar, sendo que a industrialização ainda é bastante limitada. A Colômbia é conhecida mundialmente pelo poder paralelo exercido pelos grupos ligados ao comércio de entorpecentes, bem como pelas guerrilhas, onde destaca-se a ação das FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

Veja também: Cordilheira dos Andes, conjunto de montanhas maior do mundo

Equador: com uma extensão territorial de 283.560 km², o Equador é o menor país da América Andina, cuja capital é Quito. O país apresenta uma das economias mais atrasadas e instáveis da região, onde o petróleo para exportação destaca-se dentre as atividades. O Equador é destaque também diante da instabilidade política, bem como pelas disputas territoriais na fronteira com o Peru.
Peru: a população peruana guarda ainda muitas marcas dos povos tradicionais andinos, com uma porção de mestiços e indígenas que representa praticamente metade da população. O Peru tem uma extensão territorial de 1.285.000 km², cuja capital é Lima, onde se concentra um expressivo contingente demográfico. Dentre as atividades econômicas do Peru estão a pesca, sendo um dos maiores produtores e exportadores de pescado do mundo. A mineração também é destaque, bem como a agricultura, com gêneros como coca, trigo, milho, cana e café.
Bolívia: o país tem uma extensão territorial de 1.099.000 km², constituindo-se como um dos países mais pobres da América do Sul. A economia é baseada em mineração, cujo produto mais importante é o estanho, bem como o petróleo e o gás natural. A criação de carneiros também é destaque dentre as atividades primárias. Assim como a maioria dos países da América do Sul, a Bolívia vem tentando a manutenção de governos democraticamente eleitos, embora também seja considerado como um país de política instável.

Na Cordilheira dos Andes está a montanha mais alta do mundo fora da Ásia, o Monte Aconcágua

Os países andinos são: Bolívia, Peru, Equador, Colômbia, Chile e Venezuela (Foto: depositphotos)

 

Referências

» GARCIA, Helio; MORAES, Paulo Roberto. Geografia. São Paulo: IBEP, 2015.

» VESENTINI, José William; VLACH, Vânia. Geografia Crítica. 4 ed. São Paulo: Ática, 2010.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).