Conceito de Desenvolvimento Sustentável

O conceito de Desenvolvimento Sustentável foi desenvolvido com base em uma ideia de possibilitar que o crescimento econômico continue ocorrendo. No entanto, de forma mais sustentável, visando a qualidade de vida da atual geração e das gerações futuras, num modelo que permita o desenvolvimento como um todo.

Cada vez mais as pessoas têm tomado consciência sobre a necessidade da preservação do meio ambiente. Apesar disso, os debates mais amplos sobre as questões ambientais são relativamente novos, com poucas décadas desde a sua expansão, especialmente após a Segunda Guerra Mundial.

O que significa Desenvolvimento Sustentável?

Para entender o que é o Desenvolvimento Sustentável é necessário primeiro diferenciar os conceitos de “desenvolvimento” e “crescimento”. Como crescimento econômico entende-se o aumento da capacidade produtiva de uma dada economia, sendo este medido através de variáveis.

Plantas nascendo de moedas

O desenvolvimento sustentável tem como base o social, econômico e o ambiental (Foto: depositphotos)

Um dos exemplos mais clássicos de medida do crescimento econômico é o Produto Interno Bruto (PIB), o qual mede apenas os valores monetários dos bens e serviços finais produzidos em uma determinada região, num dado período de tempo.

No entanto, este dado não mostra fatores como desigualdade social, qualidade de vida das pessoas, acesso aos bens e serviços, mas apenas apresenta um dado econômico.

Já o desenvolvimento é diferente, pois é um conceito mais complexo. Como desenvolvimento entende-se uma evolução em um quadro geral ou específico de um dado local, em um dado tempo. Quando se pensa em desenvolvimento, envolvem-se questões mais subjetivas, que levam em consideração as necessidades das pessoas.

O Desenvolvimento Sustentável é ainda mais amplo, pois é um modo de desenvolver-se sendo capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações.

Ou seja, é um tipo de desenvolvimento menos egoísta, que permite que as gerações futuras tenham condições de viver e se desenvolver com dignidade.

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável

São reconhecidos 17 objetivos para o Desenvolvimento Sustentável, sendo eles:

  • Objetivo 1: acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares
  • Objetivo 2: acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável
  • Objetivo 3: assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, em todas as idades
  • Objetivo 4: assegurar a educação inclusiva e equitativa e de qualidade, e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos
  • Objetivo 5: alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas
  • Objetivo 6: assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todos
  • Objetivo 7: assegurar o acesso confiável, sustentável, moderno e a preço acessível à energia para todos
  • Objetivo 8: promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável, emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos
  • Objetivo 9: construir infraestruturas resilientes, promover a industrialização inclusiva e sustentável, e fomentar a inovação
  • Objetivo 10: reduzir a desigualdade dentro dos países e entre eles
  • Objetivo 11: tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis
  • Objetivo 12: assegurar padrões de produção e de consumo sustentáveis
  • Objetivo 13: tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima e seus impactos
  • Objetivo 14: conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável
  • Objetivo 15: proteger, recuperar e promover o uso sustentável dos ecossistemas terrestres, gerir de forma sustentável as florestas, combater a desertificação, deter e reverter a degradação da terra e deter a perda de biodiversidade
  • Objetivo 16: promover sociedades pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável, proporcionar o acesso à justiça para todos e construir instituições eficazes, responsáveis e inclusivas em todos os níveis
  • Objetivo 17: fortalecer os meios de implementação e revitalizar a parceria global para o desenvolvimento sustentável.

Como se pode notar pelos objetivos oficiais do Desenvolvimento Sustentável, as medidas previstas não abarcam apenas questões diretas sobre o meio ambiente, mas também visam uma mudança de comportamento social.

Isso ocorre porque se entende que alcançando um nível de qualidade de vida para a população, a redução da desigualdade social, o respeito pelas diferenças, consequentemente se muda também a forma de relacionamento com o meio ambiente. Ou seja, é um processo de desenvolver-se socialmente conjuntamente com uma nova consciência ambiental.

Os 17 objetivos

Os objetivos são o caminho para um desenvolvimento sustentável (Foto: Site Itamaraty)

Princípio do projeto

O grande princípio que norteia o conceito de Desenvolvimento Sustentável é o de satisfazer as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de vivência das gerações futuras.

Desenvolvimento Sustentável no Brasil

Ocorreram no Brasil alguns dos principais eventos mundiais para debater as questões ambientais, como a Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Rio92) e a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20).

Foi durante o primeiro destes eventos onde houve a consolidação do conceito de Desenvolvimento Sustentável. Da mesma forma, os representantes brasileiros costumam participar de eventos da área em outras partes do mundo, visando discutir e apresentar propostas para que o princípio do Desenvolvimento Sustentável seja cumprido na prática.

Apesar disso, nem tudo o que os documentos oficiais oriundos destes eventos apresentam, é colocado em prática no Brasil. Sabe-se que são os países mais desenvolvidos que possuem maior resistência em aderir às medidas apresentadas nos eventos internacionais sobre o meio ambiente, mas o Brasil também precisa melhorar muito ainda suas políticas ambientais.

Exemplo disso é a persistente degradação dos biomas brasileiros, especialmente pela ação humana sobre estes, o que ocasiona um desequilíbrio dos ecossistemas e consequente perda de biodiversidade.

Ainda assim, existem práticas no Brasil que contribuem para que os objetivos do Desenvolvimento Sustentável sejam aplicados, como é o caso dos investimentos em fontes de energia renováveis (eólica, solar, biomassa); reuso das águas (especialmente em atividades industriais); reflorestamento (como exemplo da mata ciliar); reciclagem (prática que já faz parte da vida de muitos brasileiros), dentre outras.

Alguns projetos importantes de preservação ambiental no Brasil são “Projeto Couro Ecológico” o qual é desenvolvido na Floresta Nacional do Tapajós; “Movimento Interestadual das Quebradeiras de Coco Babaçu” nos estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Pará.

Há, ainda, a “Rede Grupo de Trabalho Amazônico” junto do Programa de Apoio ao Agroextrativismo. Estes projetos têm como base verdadeiramente o conceito de Desenvolvimento Sustentável, pois permitem que as comunidades se desenvolvam tanto economicamente, quanto socialmente, com consciência dos cuidados ambientais.

Organizações brasileiras

Além disso, existem importantes organizações que discutem as questões ambientais no Brasil, como:

O que é e qual a importância do Desenvolvimento Sustentável?

O Desenvolvimento Sustentável é um conceito que tem em si uma mudança de pensamento e de práticas. Este conceito abrange a possibilidade do crescimento econômico, no entanto, sempre priorizando o desenvolvimento social como um todo.

Ou seja, ele entende que é necessário e importante que os países continuem tendo suas economias em crescimento. No entanto, precisam também pensar no desenvolvimento social, no aumento de qualidade de vida para as pessoas, na inclusão, igualdade, cumprimento de direitos, numa melhoria geral da sociedade.

Além disso, este conceito entende que o desenvolvimento de hoje não pode comprometer o desenvolvimento das gerações que virão no futuro. Estas novas gerações também precisam ter condições de se desenvolver, e para isso, carecem dos recursos naturais e de qualidade ambiental.

Este conceito é importante porque supera a ideia de crescimento econômico propriamente dito. O crescimento econômico leva em consideração dados monetários, mas não considera o bem-estar da população, nem tampouco os custos ambientais.

Assim, crescer economicamente não é sinônimo de desenvolvimento. Isso porque existem muitos custos envolvidos no crescimento econômico, como a degradação ambiental, o acirramento das desigualdades sociais, a exploração do trabalhador, o endividamento, as doenças causadas pela exploração ambiental, dentre outros.

O Desenvolvimento Sustentável é importante para que a geração atual tenha uma vida com dignidade, mas sem comprometer as condições de existência das gerações que virão futuramente. É, assim, um conceito que deve superar a teoria, e ser colocado diariamente em prática através de ações individuais e coletivas.

Para a ONU

A Organização das Nações Unidas (ONU) é uma entidade criada em 1945, após a Segunda Guerra Mundial, com objetivo de pacificação. Uma das áreas em que a ONU atua é a ambiental e ela usa como suporte para discutir o Desenvolvimento Sustentável o princípio que foi estabelecido mundialmente para este.

“Satisfazer as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades”. Ou seja, criar meios para que o desenvolvimento econômico continue ocorrendo.

No entanto, levando em consideração também as questões sociais e ambientais, e garantindo que as gerações futuras tenham as condições necessárias para também se desenvolverem.

O que é necessário para atingir esse desenvolvimento?

A teoria sobre o Desenvolvimento Sustentável é muito atrativa. Mas, e na prática, como ela se efetiva? As mudanças para que os objetivos do Desenvolvimento Sustentável sejam alcançados vão desde ações individuais, coletivas, até medidas políticas, acordos internacionais e mesmo punições.

É necessário um comprometimento por parte dos representantes dos países do mundo, pois em parte são eles que criarão as bases para as mudanças no coletivo. Já as mudanças individuais dependem de cada um, no seu ambiente doméstico, na sua forma de pensar, de agir socialmente e com relação ao meio ambiente.

São mudanças que envolvem questões políticas e acordos internacionais: acabar com a pobreza em todas as suas formas, dando para isso as condições necessárias para que as pessoas não passem nenhum tipo de privação.

Ainda, acabar com a fome no mundo, incentivando práticas alimentares mais saudáveis e sustentáveis, dando prioridade para tipos de agricultura como a familiar, orgânica, agroecológica. Isso as pessoas e coletivos também podem fazer, escolhendo modos conscientes de consumo.

Ainda, assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos, a qual é uma medida que depende de programas governamentais de acesso aos recursos de saúde. Assegurar inclusão na educação, bem como oportunidades de aprendizagem durante toda a vida, um objetivo que depende de políticas públicas na área educacional, e não apenas da vontade individual.

Alcançar a igualdade de gênero, empoderar as mulheres e meninas, que é uma questão que envolve uma mudança de pensamento social, e que deve ser pauta das mais diversas discussões em todos os espaços. As mulheres devem ter papel ativo em qualquer sociedade.

Gestão sustentável da água e saneamento, objetivos que dependem de programas governamentais, o mesmo ocorre com acesso à energia para todos. Além disso, trabalho decente para todos, incentivo à inovação, redução das desigualdades sociais, cidades inclusivas e seguras e produção sustentável.

Medidas relacionadas ao clima, políticas de conservação dos recursos hídricos, e dentre muitas outras questões permeadas pelo Desenvolvimento Sustentável e que dependem de uma mudança no pensamento coletivo para que possam ser efetivamente praticadas com resultados positivos.

Ou seja, é o cumprimento dos 17 objetivos do Desenvolvimento Sustentável que fará com que o conceito se torne uma prática.

Como surgiu esse conceito?

É durante a Primeira Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, em Estocolmo, na Suécia, no ano de 1972, que surge o conceito de “Desenvolvimento Sustentável”.

Antes disso, o assunto já era debatido, mas o conceito mais comumente utilizado era o de “Ecodesenvolvimento”. A ideia original deste conceito é a de promover a harmonização dos objetivos do desenvolvimento econômico, do desenvolvimento social e a da conservação ambiental.

Dessa forma, promover um modo de pensar e se desenvolver que tenha como base o social, o econômico e o ambiental.

Exemplos de Desenvolvimento Sustentável

São alguns exemplos de como o conceito de Desenvolvimento Sustentável pode se tornar uma prática:

  • Uso de fontes de energia renováveis e limpas
  • Racionalização e controle da exploração dos recursos minerais, já que estes são finitos
  • Reciclagem do lixo, reaproveitamento, compostagem, destinação correta dos materiais não recicláveis
  • Uso de meios de transporte sustentáveis, como bicicletas, transporte coletivo, sistema de caronas
  • Uso consciente dos recursos hídricos
  • Reflorestamento e recuperação de áreas degradadas.

O uso de energias limpas e renováveis é uma maneira de alcançar esse desenvolvimento (Foto: depositphotos)

Uma mudança individual é importante, porque se todos fizerem alguma coisa, logo as mudanças aparecerão. No entanto, são importantes também projetos coletivos, especialmente aqueles que ajudam as pessoas a se desenvolverem de forma consciente no ambiente em que estão.

Além disso, políticas públicas – acesso ao trabalho, saúde, formação, inclusão, equidade e igualdade – são também relevantes para que haja o desenvolvimento social.

Existem vários bons casos de aplicação dos princípios do Desenvolvimento Sustentável em todo o mundo, promovendo uma integração entre o econômico, o social e o ambiental.

Agenda 2030

A “Agenda 21” ficou muito famosa em anos anteriores por ser um plano de ações formulado a partir dos debates ocorridos na Conferência Eco-92, no Rio de Janeiro. Este documento tinha como base a proteção ambiental, a justiça social e a eficiência econômica.

Em 2015, foi criado um novo documento, adaptado às necessidades do momento atual. Este plano tem como base os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), os quais se baseiam nos oito Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), e ficou conhecido como “Agenda 2030”.

As ações que serão tomadas nos próximos anos no mundo todo terão como base o documento adotado na Assembleia Geral da ONU no ano de 2015, chamado “Transformando Nosso Mundo: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável”.

Muitas coisas foram conquistadas desde a elaboração da antiga “Agenda 21” e agora novas metas e mudanças se tornam necessárias, e este documento será o que permeará as transformações.

Nesta agenda, estão previstos os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável, bem como as 169 metas destes. Embora as metas deste documento sejam globais, cada país tem autonomia de enfatizar mais ou menos algumas medidas, segundo sua própria realidade.

Confira a página oficial da Agenda 2030 junto da ONU e veja um vídeo sobre esse plano:

 

Conclusão

O Desenvolvimento Sustentável é um conceito que está na moda! Porém, ele não deve ficar apenas no âmbito do discurso, como uma logomarca atrativa na venda de um produto.

Desenvolver-se de forma sustentável é uma necessidade cada vez mais evidente para todos os habitantes do planeta Terra, os quais têm percebido que não há escapatória para os problemas que as atividades humanas têm gerado.

Todas as pessoas que vivem na Terra são responsáveis pelas coisas que acontecem nela, sejam boas ou ruins. Por isso, mesmo que o crescimento econômico seja algo positivo, é necessário que medidas para a melhoria geral das condições de vida das populações, bem como de preservação do meio ambiente, sejam tomadas.

Muitas gerações virão depois do momento atual no planeta, e elas têm os mesmos direitos de encontrar recursos para seu desenvolvimento. Por isso, a população precisa também cobrar dos governos que os compromissos assumidos diante do Desenvolvimento Sustentável sejam cumpridos.

Referências

BRASIL. Ministério das Relações Exteriores. “O Brasil e o Desenvolvimento Sustentável“. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/pt-BR/politica-externa/desenvolvimento-sustentavel-e-meio-ambiente/130-o-brasil-e-o-desenvolvimento-sustentavel. Acesso em 10 mai. 2019.

BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. “Projetos ambientais são premiados“. Disponível em: http://www.mma.gov.br/informma/item/2975-projetos-ambientais-sao-premiados.html. Acesso em 10 mai. 2019.

POLON, Luana. Estudo Prático. “ONU“. Disponível em: https://www.estudopratico.com.br/onu/. Acesso em 10 mai. 2019.

Organização das Nações Unidas-ONU. “Transformando Nosso Mundo: a Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável“. Disponível em: https://www.undp.org/content/dam/brazil/docs/agenda2030/undp-br-Agenda2030-completo-pt-br-2016.pdf. Acesso em 10 mai. 2019.

WWF-Brasil. “O que é Desenvolvimento Sustentável?” Disponível em: https://www.wwf.org.br/natureza_brasileira/questoes_ambientais/desenvolvimento_sustentavel/. Acesso em 10 mai. 2019.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).