Biografia de Marina Silva

Maria Silva foi uma das figuras políticas protagonista da reviravolta nas eleições presidenciais de 2014. Conheça um pouco mais da biografia de Marina Silva


Maria Osmarina Marina Silva Vaz de Lima foi uma das figuras políticas protagonista de uma grande reviravolta no cenário das eleições presidenciais de 2014.

Filha do seringueiro, Pedro Augusto da Silva, e da dona de casa, Maria Augusta da Silva, Marina nasceu no dia 8 de fevereiro de 1958, em um seringal no Acre.

Vida Pessoal

Aos quinze anos, Marina se mudou para a zona urbana de Rio Branco para tratar de sua saúde. Ela já sobreviveu a três hepatites, cinco malárias, contaminação por mercúrio e uma leishmaniose.

Seu primeiro casamento aconteceu em 1980 e resultou em dois filhos: Shalon e Danilo. Ela se divorciou em 1985 e no ano seguinte casou-se com o técnico agrícola, Fábio Vaz. Do segundo casamento, que dura até os dias de hoje, nasceram Moara e Mayara.

biografia-de-marina-silva

Foto: reprodução/site wikimedia

Marina foi alfabetizada aos 16 anos. Dez anos depois formou-se na Universidade Federal do Acre, no curso de História.

Política

Na política, ingressou ao Partido Revolucionário Comunista (PRC), organização política que existiu entre os anos de 1980 a 1989  e que participou da fundação do PT (Partido dos Trabalhadores).

Em 1988, já no PT, Marina foi a vereadora mais votada de Rio Branco. Em 1990, foi eleita deputada estadual e, em 1995, tornou-se a mais jovem senadora no País, aos 36 anos. Depois, renovando o mandato e permanecendo no cargo, até 2011.

Na gestão do ex-presidente Lula, Marina foi nomeada ministra do Meio Ambiente. Ela se demitiu do cargo no dia 13 de maio de 2008, voltando a atuar no Senado. No ano seguinte, desligou-se do PT e filiou-se ao Partido Verde (PV).

Em 2010, anunciou oficialmente sua candidatura à Presidência da República pelo PV, mas foi derrotada no primeiro turno.

Na eleição presidencial de 2014, Marina aliou-se ao Partido Socialista Brasileiro (PSB) e surgiu como vice-presidente do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos . Com o falecimento do político, ela passou a disputar, mais uma vez, a vaga de presidente da república.

Apesar de causar uma grande mudança nos resultados da eleição presidencial de 2014, ainda assim, Marina foi derrotada por Aécio Neves do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) no primeiro turno.


Reportar erro