Fiordes

Com um aspecto um tanto paradisíaco o fiorde define-se como um gigante vale rochoso. Alguns até podem atingir 350 metros de comprimento, mil metros…


Com um aspecto um tanto paradisíaco o fiorde define-se como um gigante vale rochoso. Alguns até podem atingir 350 metros de comprimento, mil metros de altura e uma parte submersa com nada menos que 1.500 metros de profundidade. Esses gigantes vales rochosos um dia foram tomados pelas águas marítimas, motivados pela fusão do gelo no período da idade glacial. À época, a temperatura reduzida que o planeta vivenciava favoreceu a expansão das geleiras, o que diminuiu o nível médio dos oceanos.

Fiordes

Foto: Reprodução

Nomenclatura

O nome fiorde tem origem norueguesa, uma vez que em norueguês essa nomenclatura significa “porto seguro”, sinônimo de um espaço calmo e cercado por uma paisagem exuberante e com águas calmas, o que favorece a ancoragem de embarcações.

Formação

Nesse período ocorreu a chamada erosão glacial, fenômeno que consiste no avanço de extensos mantos de gelo sobre as regiões com temperaturas elevadas, empurrando todo tipo de material que havia pelo caminho, inclusive fragmentos de rochas.

A consequência desse cenário foi a formação de cales estreitos com espécies de paredões declivosos que posteriormente foram inundados, em decorrência das temperaturas elevadas que tomavam a Terra. Isso fez com que o gelo se derretesse, elevando o nível da água dos oceanos e alagando gigantescos vales rochosos.

Localização

As costas norte do Pacífico, na América do Norte, mais precisamente no Alasca e Canadá, além das costas sul do Chile e ocidentais da Noruega são as regiões onde predominantemente se concentram os maiores fiordes. Essas formações rochosas são cercadas por montanhas desgastadas, vales verdes, cachoeiras e neve.

Noruega

No país, o fiorde mais profundo é o Sogn. Este possui mais de 200 quilômetros de extensão e 1.308 metros de profundidade.

Brasil

Saco do Mamanguá

Foto: Reprodução

Apesar de encontrados mais comumente em locais escandinavos, no Brasil também há um fiorde. Este foi batizado de Saco do Mamanguá e fica situado no município de Paraty, no litoral sul do estado do Rio de Janeiro.

Com acesso somente por embarcação, o Saco do Mamanguá é cercado por elevadas montanhas e possui um manguezal cortado ao fundo por rios de água doce.

A região é preservada e está situada no litoral mais visitado do país. Duas unidades de conservação compõem o fiorde brasileiro. Ele faz parte da Reserva Ecológica da Juatinga e da área de proteção ambiental do Cairuçu.


Reportar erro