Países da América do Norte

A América do Norte é uma subdivisão do continente americano, formada por apenas três países: Canadá, Estados Unidos e México. Embora estejam localizados na mesma porção continental do globo, que é uma parte da América, estes países são bastante diferentes entre si. Cada um deles tem uma história diferente, um tipo de colonização, uma estrutura física, cultural, religiosa, idiomas e moedas diversas.

Neste artigo do Estudo Prático você aprenderá mais sobre cada um dos países da América do Norte, suas capitais, moedas e idiomas oficializados. Também conhecerá mais sobre os principais aspectos e particularidades da economia dos três países norte-americanos e características da população. Ficou curioso(a)? Então confira!

Os 3 países da América do Norte

O continente americano é dividido em três porções: América do Norte, América Central e América do Sul. A América do Norte é a parte mais Setentrional (ao norte) do continente e é composta por apenas três países: Canadá, Estados Unidos e México.

A América do Norte ocupa uma extensão territorial de 24.710.000 km², com uma população de mais de 579 milhões de habitantes (2016). Os países que compõem essa porção americana, apresentam várias diferenças entre si, seja quanto ao território físico (relevo, vegetação, clima); seja na cultura, economia, religião e ocupação do território.

Este subcontinente é delimitado ao Norte pelo Oceano Glacial Ártico, ao Leste pelo Oceano Atlântico, ao Sul pela América Central e a Oeste pelo Oceano Pacífico.A América do Norte inclui também a Groenlândia, que é a maior ilha do mundo, a Terra Nova, o Arquipélago Ártico Canadiano, as Ilhas Aleútes, as Ilhas da Rainha Carlota, dentre várias outras porções de terras emersas no oceano. A América do Norte e a América do Sul são separadas pela América Central Ístmica, que é uma faixa estreita de terras formada por vários países.

Canadá

O território do Canadá foi no passado palco de grandes disputas expansionistas entre a França e a Inglaterra. O Canadá é o segundo maior país do mundo em extensão territorial, ficando apenas atrás da Rússia. É o maior país da América! É também um dos países do mundo com as melhores economias, especialmente pela diversificação do seu setor produtivo.

Colonização

A colonização do Canadá foi parecida com a dos Estados Unidos. Os europeus implantaram no território o trabalho livre em pequenas e médias propriedades. Foi uma colônia de povoamento.

Economia

O Canadá tem um subsolo rico em recursos minerais, o que impulsiona o setor industrial local. O país depende dos Estados Unidos para suas exportações, mas países asiáticos também importam seus produtos em menor escala. Quanto às importações, ele compra principalmente petróleo do México.

Assim como suas atividades produtivas, a maioria da população do país está concentrada na região sudeste do país e ao longo da fronteira com os Estados Unidos.

População, vegetação e clima

As maiores cidades do Canadá são Ottawa (capital), Toronto, Montreal e Vancouver. A cultura canadense é muito heterogênea. São vários povos que habitam o país, especialmente imigrantes que chegam para trabalhar ou estudar. E é em Toronto onde a maioria dos imigrantes está vivendo.

A população canadense é distribuída de forma desigual pelo território, especialmente por conta da paisagem natural marcada pela presença de cobertura vegetal (como a Floresta de Coníferas) e a rigorosidade climática que encobre de gelo a porção Norte do país.

Estados Unidos

É um dos países mais influentes no mundo, com grande poder econômico e militar. Os Estados Unidos é o quarto país do mundo em extensão territorial, apenas atrás da Rússia, Canadá e China. E tem seu território dividido em 50 estados, sendo dois deles em terras contínuas, que são o Alasca e o Havaí.

Colonização

Seu território colonial começou a ser definido ainda no século VXI com a presença dos europeus. A ocupação dos Estados Unidos se estabeleceu como uma colônia de povoamento na figura das Treze Colônias inglesas.

População

A população dos Estados Unidos se distribui de forma bastante desigual pelo território, sendo que na porção nordeste estão as áreas com maior densidade demográfica. Há nesta região também a megalópole que incorpora as cidades de Boston, Nova York e Washington (Bos-Wash).

A população estadunidense é predominantemente branca (cerca de 72,4%), e um dos problemas mais recorrentes no país é a imigração ilegal. Os chamados “clandestinos” são principalmente chegados dos países latino-americanos, especialmente do México.

Economia

A produção econômica dos Estados Unidos se estabelece através dos cinturões produtivos (belts). São quatro grandes regiões produtivas com características diferenciadas, sendo elas: Nordeste (industrial), Meio-Oeste (celeiro agrícola), Sul (fruticultura) e Oeste (fruticultura irrigada e extração de petróleo).

Os Estados Unidos são também grande potência militar, e possuem grande poder de decisão nas questões internacionais. Assim, geralmente nos grandes conflitos ou acontecimentos mundiais, a presença dos Estados Unidos é garantida.

México

Dentre os três países norte-americanos, o que possui as maiores particularidades culturais e econômicas é o México, já que é um país latino e que começou como colônia de exploração europeia. Em 1821 o México se tornou independente mas, apesar disso, seu território não estava ainda definido. O país perdeu parte de suas terras para os Estados Unidos ao longo do tempo.

Economia

O México é historicamente um país de economia pautada na agricultura e na mineração. Um dos destaques na produção mexicana é o café, exportado para várias partes do mundo. E ainda, o sisal e o algodão, bem como a cana-de-açúcar. A partir dos anos de 1960 a agricultura mexicana começou a se modernizar, e sua industrialização começa ainda no século XIX. Há um destaque na economia mexicana para o petróleo, fonte de recursos para o país. As jazidas de petróleo ocorrem na região do Golfo do México.

Há várias multinacionais presentes no território do México, especialmente montadoras, as quais começaram a se estabelecer no território desde os anos de 1980. Ao longo da fronteira com os Estados Unidos estão as famosas “maquiladoras”, que são indústrias estrangeiras instaladas no território por conta das vantagens fiscais e aduaneiras.

População

A população do México é de cultura mestiça, especialmente formada pelo contato entre os indígenas e os europeus. Vários mexicanos tentam entrar nos Estados Unidos para buscar melhores empregos ou uma vida mais confortável. No entanto, estas pessoas nem sempre são bem aceitas no país, por isso a fronteira entre os dois países é um ambiente de tensão histórica.

Capitais dos países da América do Norte

Cada um dos países da América do Norte possui sua própria capital, sendo elas:

Canadá

Parlamento canadense

Sede do parlamento canadense em Ottawa (Foto: depositphotos)

A capital do Canadá é a cidade de Ottawa. Ela é a quarta maior cidade do Canadá depois de Toronto, Montreal e Vancouver. Ottawa está localizada na Província de Ontário e faz fronteira com a cidade de Gatineau, a qual fica na Província de Quebec. A população de Ottawa é de mais de 994 mil habitantes (2017). São aceitos como idiomas na cidade o inglês e o francês. É uma cidade bastante visitada por turistas, pessoas interessadas em trabalhar ou estudar no Canadá.

Estados Unidos

Capitólio em Washington D. C.

Capitólio americano em Washington D. C. (Foto: depositphotos)

A capital dos Estados Unidos é a cidade de Washington D.C., a qual fica no Distrito de Colúmbia. Washington tornou-se sede do Governo Federal dos Estados Unidos no ano de 1800. A cidade leva o nome do primeiro presidente dos Estados Unidos da América, o qual foi George Washington. A cidade fica às margens do rio Potomac, e nela destaca-se a presença da sede dos três poderes federais, que são o Capitólio, a Casa Branca e a Suprema Corte.

México

Catedral Metropolitana no México

Catedral Metropolitana na Cidade do México (Foto: depositphotos)

A capital do México é a cidade conhecida como Cidade do México. Ela é densamente povoada que fica no Vale do México. É nela que estão o Templo Mayor, a Catedral Metropolitana do México e o Palácio Nacional. A população é predominantemente mestiça, formada pelo entrecruzamento de europeus com indígenas locais. A Cidade do México é oficialmente dividida em 16 demarcações territoriais, que são divisões territoriais e político-administrativas.

População da América do Norte

A população da América do Norte é bastante heterogênea. Há uma grande variação por conta do tipo de ocupação que cada país teve, especialmente porque o México foi uma colônia de exploração espanhola, enquanto os Estados Unidos e o Canadá foram colônias de povoamento inglesas e francesas (esta última no caso do Canadá).

Os povos nativos de cada região da América do Norte também eram diferentes em suas fisionomias e cultura. Nos Estados Unidos, por exemplo, haviam os povos apaches, comanches, navajos, cherokees, etc. No Canadá, haviam povos originais como os inuítes e os métis. No México haviam os astecas, maias, caraíbas e os incas, dentre muitos outros agrupamentos nativos nos três países. Isso se reflete na miscigenação do povo americano.

Os três países da América do Norte juntos somam mais de 579 milhões de habitantes, os quais estão mal distribuídos pelo território, especialmente por conta das zonas de repulsão, que são áreas com climas extremos (próximo do Polo Norte, por exemplo), florestas densas (Coníferas) e relevo impróprio para atividades humanas.

Maior país

O maior país em extensão territorial da América do Norte é o Canadá. Ele é também o maior país da América como um todo, e o segundo maior do mundo, ficando apenas atrás da Rússia. O território canadense conta com 9.985.000 km² de terras. O Canadá é constituído por dez províncias e por três territórios. As províncias do Canadá são: Alberta, Colúmbia Britânica, Manitoba, Nova Brunswick, Terra Nova e Labrador, Nova Escócia, Ontário, Ilha do Príncipe Eduardo, Quebec e Saskatchewan. Já os três territórios são: Territórios do Noroeste, Nunavut e Yukon.

País mais populoso

O país mais populosos da América do Norte é os Estados Unidos, o qual conta com mais de 327 milhões de pessoas habitando seu território. Os Estados Unidos fica apenas atrás da China e da Índia quando o assunto é quantidade populacional, sendo que estes dois países têm mais de 1 bilhão de habitantes cada. As cidades mais populosas dos Estados Unidos são Nova Iorque, Los Angeles, Chicago, Houston, Filadélfia, dentre outras.

Economia da América do Norte

Os três países da América do Norte possuem particularidades em relação as suas economias. A herança de um passado de exploração deixou marcas no México, o qual tem maior dificuldade de expandir sua economia diante dos outros dois países.

Canadá: tem uma economia diversificada. O país apresenta alguns dos maiores indicadores socioeconômicos do mundo, dentre eles o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A maior parte do Produto Interno Bruto (PIB) do Canadá vem de atividades como comércio, turismo, transporte, energia e da prestação de serviços. Dentre os países desenvolvidos do globo, o Canadá é um dos que apresenta as menores taxas de desemprego.

Estados Unidos: são uma das grandes potências econômicas mundiais (maior economia do mundo em PIB). Os setores econômicos de destaque são a indústria, tecnologia, finanças, agricultura, mineração e turismo. Competir com os Estados Unidos no cenário econômico internacional não é tarefa das mais fáceis, já que o país conta com uma regionalização produtiva de seu território, usufruindo das melhores condições em cada uma delas, um sistema intermodal avançado e subsídios governamentais.

México: segue em parte a tendência dos países latinos, com uma produção voltada para exportação. O país vem se destacando no cenário internacional onde ocupa a posição de 13ª maior economia do mundo por PIB nominal, ficando apenas atrás dos Estados Unidos e Brasil na América. O México integra a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o Acordo de Livre Comércio da América do Norte (NAFTA), dentre outros acordos e grupos internacionais.

O NAFTA

Os três países da América do Norte formam um famoso acordo internacional, que é o Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (NAFTA). São membros deste grupo apenas os Estados Unidos, o Canadá e o México. São medidas do NAFTA a eliminação das barreiras ao comércio, a facilitação das dinâmicas fronteiriças de bens e serviços (não cabe para fluxo de pessoas entre os países); a promoção de condições essenciais à competitividade na área de livre comércio; incentivo aos investimentos nos países que participam do acordo, dentre outras.

Moeda dos países da América do Norte

A moeda oficial do Canadá é o Dólar Canadense. Já nos EUA, a moeda oficialmente utilizada é o Dólar dos Estados Unidos. Já no México, a moeda oficial é o Peso mexicano. Dentre estas, o Dólar Americano (USA) é a moeda mais valorizada na América atualmente, mas não é a mais valorizada do mundo, posição ocupada pelo Dinar Kuwaitiano (2019).

Bandeiras dos países da América do Norte

Cada um dos três países da América do Norte possui sua própria bandeira, que é um símbolo nacional de identificação e reforço da soberania.

Canadá

A bandeira do Canadá é constituída por duas cores, sendo elas o branco e o vermelho. Possui uma folha de bordô (Plátano) ao centro.

Bandeira do Canadá

A bandeira do Canadá foi oficializada em 1965 (Foto: depositphotos)

Estados Unidos

A bandeira dos Estados Unidos é formada pelas cores branca, vermelha e azul. Apresenta listras intercaladas em branco e vermelho, um retângulo azul no canto superior esquerdo com 50 estrelas brancas.

Bandeira dos Estados Unidos

A bandeira dos Estados Unidos foi oficializada em 1960 (Foto: depositphotos)

México

A bandeira do México é composta pelo fundo tricolor verde, branco e vermelho. Tem um brasão de armas ao centro.

Bandeira do México

A bandeira do México foi oficializada em 1968 (Foto: depositphotos)

Idioma dos países da América do Norte

Existem muitas línguas faladas em um mesmo país, por isso, são estabelecidos alguns idiomas oficiais. Alguns países podem ter mais de um idioma oficial. Os idiomas oficiais dos países norte-americanos são:

Canadá: Língua Francesa e Língua Inglesa.
Estados Unidos: não há um único idioma oficial, mas na prática predomina a Língua Inglesa. Cada estado tem autonomia de definir seu idioma oficial.
México: Língua Espanhola (Castelhana), mas há uma enorme diversidade de idiomas falados, como Mixtecas, Zapotecas, Iucateque, Náuatle, dentre outras.

América Anglo-Saxônica e Latina: como cada país é classificado?

Além da divisão física do continente americano, há outras divisões, como é o caso da cultural. São aceitas duas Américas, sendo elas a Latina e a Anglo-Saxônica. O México faz parte da América Latina, pois foi colonizado pela Espanha, país de Língua Latina. Já o Canadá e os Estados Unidos foram colonizados por países de Língua Inglesa, sendo eles classificados como países da América Anglo-Saxônica. Por isso, há uma grande diversidade em relação a cultura destes países.

O muro entre Estados Unidos e México

A fronteira entre Estados Unidos e México é uma das mais complexas do mundo todo. Isso porque os mexicanos historicamente buscam melhores condições de vida nos EUA, motivo de investidas (até violentas!) militares contra a ilegalidade. Na linha que demarca a fronteira já existem várias cercas e muros para impedir a passagem, no entanto, a questão ficou ainda mais conhecida com a eleição de Donald Trump no ano de 2016.

Gangorra construída no muro para que as pessoas dos EUA e do México possam brincar juntas. A obra é uma ruptura na separação física criada entre os dois países (Foto: Reprodução | El Pais)

Uma das promessas eleitorais de Trump era a construção de um extenso muro entre os dois países. Mesmo após a eleição, as discussões sobre a construção do polêmico muro não cessaram, mostrando que não se tratava apenas de uma promessa. A construção deste muro é interpretada não unicamente como uma medida de segurança, mas também como uma ruptura que envolve questões diplomáticas.

Os muros já existentes separam o povo mexicano dos estadunidenses. Ainda assim as migrações continuam. A ideia de Trump é ampliar as barreiras já existentes, construindo uma obra impenetrável. Muitas pessoas acabam morrendo ou sendo detidas ao tentarem cruzar a fronteira, inclusive por não suportarem as condições físicas do clima desértico (Arizona e Califórnia, por exemplo) ou o deslocamento pelos rios.

Quer saber mais? Assista ao documentário “Especial – Um Mundo de Muros: México e Estados Unidos” da TV Folha.

Resumo do conteúdo

Os três países que constituem a América do Norte são o Canadá, os Estados Unidos e o México. Dentre eles, apenas o México teve sua ocupação como colônia de exploração, os outros dois foram colônias de povoamento.

O México é parte da América Latina, já o Canadá e os Estados Unidos são parte da América Anglo-Saxônica. Estes países, apesar de ocuparem uma região do globo única, são muito diferentes entre si, seja na cultura, na economia e mesmo no ambiente físico.

A América do Norte é uma subdivisão do continente americano, e o maior país desta porção é o Canadá, enquanto o mais populoso é os Estados Unidos. Juntos, os três países formam um importante acordo internacional, que é o NAFTA.

Uma das discussões mais atuais e que envolve os países da América do Norte é a construção de um enorme muro que teria como intenção separar o território dos EUA e do México, evitando a entrada ilegal dos mexicanos em terras estadunidenses.

Referências

» GARCIA, Helio; MORAES, Paulo Roberto. Geografia. São Paulo: IBEP, 2015.

» MOREIRA, Igor. Mundo da Geografia. Curitiba: Positivo, 2012.

» POLON, Luana. Estudo Kids. Qual a capital do Canadá? Disponível em: https://www.estudokids.com.br/qual-capital-canada/. Acesso em: 05 de setembro de 2019.

» POLON, Luana. Estudo Kids. Qual a capital dos Estados Unidos? Descubra! Disponível em: https://www.estudokids.com.br/qual-a-capital-dos-estados-unidos-descubra/. Acesso em: 05 de setembro de 2019.

» VEDOVATE, Fernando Carlo. Projeto Araribá – Geografia. 3 ed. São Paulo: Moderna, 2010.

Sobre o autor

Avatar
Mestre em Geografia e Graduada em Geografia pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (Unioeste), Especialista em Neuropedagogia pela Faculdade Alfa de Umuarama (FAU) e em Educação Profissional e Tecnológica (São Braz).